Notícias

Semana ABC acontece na Cinemateca em maio

De 25 a 28, a Cinemateca Brasileira volta a sediar a Semana ABC, evento anual realizado pela Associação Brasileira de Cinematografia aberto ao público, que desde 2002 apresenta ao mercado, estudantes e trabalhadores do audiovisual, novas tendências e novas tecnologias.

Neste ano, o evento, que volta a ser presencial, contará com exposição de equipamentos e serviços, painéis e mesas de debates com profissionais brasileiros e estrangeiros, que se destacam em direção de fotografia, som, direção de arte e montagem no meio cinematográfico mundial.

A programação completa pode ser consultada no site da ABC

Apoie o Cenas

SEMANA ABC 2022
De 25 a 27 de maio
Cinemateca Brasileira – SP
Obs.: Programação sujeita a alterações

25 DE MAIO, QUARTA-FEIRA

9h40 – Abertura
Tide Borges, ABC 
Maria Dora Mourão

10h – Diálogo para um melhor Som: Produção, Captação e Pós
A mesa irá discutir as condições proporcionadas pela produção na escolha das locações e da colaboração do produtor de set. Importância da presença da pós-produção de som nas reuniões de pré-produção de filmagem.
Mediação: Maria Muricy, ABC
Erik Vitor – Platô
George Saldanha – Técnico de Som Direto
Luis Dreyfuss – Coordenador de Pós
Miriam Biderman, ABC – Supervisora de Pós Som

14h – Cinema na arte contemporânea
São muitas as formas das instalações contemporâneas que redimensionam a experiência do cinema ao intervirem na sua linguagem, em seus aspectos narrativos, em suas dimensões arquiteturais e na sua relação com os espectadores. Para o artista que concebe instalações, depois do filme, portanto, do roteiro, da filmagem, da edição e da finalização, tem início uma outra operação que é a construção de uma arquitetura, previamente definida, onde o filme é apenas parte de um de uma situação a ser experimentada pelo visitante. Nesta mesa, três artistas irão discutir a ideia do cinema na arte a partir de suas próprias experiências e exposições.
Mediação: Katia Maciel
Ana Vaz – Cineasta
Lucas Bambozi – Artista e Pesquisador em Mídias Digitais

16h30 – Apresentação ARRI

18h30 – Transgredir e Criar. A importância da pesquisa criativa para a obra cinematográfica de ficção
A proposta da mesa é discutir sobre o que é a pesquisa para um projeto audiovisual, e de que modo ela vem se tornando instrumento importante no processo criativo em séries e longa metragens. O tema é amplo e a escolha de um case em comum, a série “Manhãs de Setembro”, é a ideia para podermos nos aprofundar no assunto.
Mediação: Rodrigo Monte, ABC 
Carla Meireles – Roteirista
Guta Carvalho – Diretora de Arte
Luiz Pinheiro – Diretor
Vera Esteves – Pesquisadora

21h – MASTERCLASS FELAFC: Método de análise da imagem cinematográfica por Affonso Beato, ASC, ABC (Online)
Descrição de elementos estéticos da imagem cinematográfica e método de análise crítica no set de filmagem e/ou obra realizada

26 DE MAIO, QUINTA-FEIRA

10h –  Inserção e diversidade no mercado audiovisual e as formas de acesso = inovação inclusiva  
Mediação: Marcia Vaz
Daiane Rosário – Produtora
Fernanda Lomba – Produtora
Hellen Braga – Diretora de Fotografia
Kujaesage Kaiabi – Cineasta
Rosa Caldeira – Cineasta

14h – Coloristas no Brasil – Desafios, oportunidades e criatividade          
Nesta mesa contaremos com a presença de mais quatro coloristas brasileiros. Falaremos sobre a formação do colorista brasileiro, os desafios que enfrentamos na nossa profissão no Brasil, as novas oportunidades que o mercado vem oferecendo, e o processo criativo de cada um em filmes, séries para TV, publicidade, internet, etc. 
Mediação: Paulo de Andrade, ABC e Eduarda Tavares
Luisa Cavanagh – Colorista
Marco Oliveira, ABC – Colorista
Pedro Saboya – Colorista
Samantha do Amaral – Colorista

16h30 – Apresentação CANON: HDR – Soluções técnicas e possibilidades estéticas
Em seu curta “Um Lugar bem Longe” o diretor e fotógrafo João Castelo Branco, a produtora Andréia Kalaboa (GP7 Cinema) e o colorista e DIT Rafael Lopes decidiram ir a fundo na tecnologia HDR e explorar as possibilidades criativas e um workflow inteiro em HDR com curva PQ. Para isso contaram com a solução completa da linha Canon Cinema EOS – com câmeras, lentes e monitoração HDR no set. Nesta mesa serão discutidas as escolha estéticas, a calibragem do monitor em HDR PQ, os testes de exposição, a utilização de um workflow ACES para o Canon Log 2, a prática da monitoração e exposição para curva PQ no set, o processo de colorização em HDR, e o uso das ferramentas Dolby Vision para a criação das versões do filme para diferentes suportes e plataformas.
Medição: Bruno Massao – Executivo de Contas Cinema EOS & Vídeo Profissional Canon
Andréia Kaláboa – Produtora Executiva
João Castelo Branco – Diretor e Diretor de Fotografia
Rafael Lopes – Colorista e DIT

18h30 – Transcriações artísticas e poéticas com a direção de arte – diálogos possíveis entre processos e materialidades
A direção de arte é constituída por operações poéticas que problematizam, de forma sensível, as situações narrativas que todo roteiro de qualquer natureza compõe – ela realiza o acontecimento estético entrevisto no texto. Essa singularidade a classifica como um dos meios mais abrangentes no contexto das poéticas visuais. A mesa pretende abordar – por meio de experiências e estudos de caso – diálogos entre processos em diferentes áreas criativas do audiovisual.
Mediação: Monica Palazzo, ABC 
Bea Gerolin – Cineasta e Diretora de Arte
Diogo Hayashi – Diretor de Arte
Vera Hamburger, ABC – Diretora de Arte

21h – MASTERCLASS FELAFC: La construcción de la Imagen Cinematográfica por Micaela Cajahuaringa, DFP (Online)
El proceso de preparación antes de llegar al set a través de mis últimos trabajos

27 DE MAIO, SEXTA-FEIRA

10h – As realidades da e do profissional do audiovisual
O desafio das deficiências da força de trabalho para a produção de conteúdo AV no Brasil e América Latina. Desenvolvendo competências para o mercado de trabalho do Audiovisual. A demanda por conteúdo aumentou geometricamente devido à expansão de novos serviços de streaming. No entanto, como indicam os estudos do Banco Interamericano de Desenvolvimento, existem sérias deficiências, especialmente em equipes profissionais e técnicas necessárias para produzir conteúdo de alta qualidade. Este painel discutirá o que é necessário para lidar com essa deficiência em curto e em longo prazo. Trabalhar na indústria criativa do audiovisual demanda competências criativas, técnicas, funcionais e comportamentais. Com o olhar no fluxo de produção, onde todas as áreas se interconectam, é importante cada vez mais sabermos quais as novas competências necessárias para profissionais ou estudantes deste segmento produtivo de nossa sociedade. Todo trabalho criativo desperta e conecta emoções. Conhecer alguns princípios da Psicologia Positiva, Neurociência, Criatividade, Design Emocional, Ética e Comportamento aplicados no ambiente de trabalho, com certeza fará de você um profissional mais qualificado para atuar nesta crescente Indústria Criativa do Audiovisual.
Mediação: Roberto Faissal, ABC
Denise Garrido – Executiva da área de Talentos Criativos. Especialista em Liderança e Gestão de pessoas, Psicologia Positiva, Neurociência e comportamento.
Steve Solot- Presidente, Latin American Training Center-LATC/Rio de Janeiro

14h – A montagem compartilhada 
A partir da grande demanda de profissionais para atender a atual produção de séries no Brasil, queremos discutir  sobre a montagem executada por dois ou mais profissionais, não só em projetos seriais como também em longas de ficção e documentários.
Mediação: Sergio Alpendre
Giba Assis Brasil – Montador, Diretor e Roteirista
Karen Harley – Diretora e Montadora
Leticia Giffoni, AMC – Montadora

16h30 – Apresentação ZEISS: Arte em movimento
Uma conversa entre o diretor de fotografia Lito Mendes da Rocha, ABC e a diretora de fotografia Victoria Panero, ADF.
Medição: Snehal Patel – Diretor de vendas de cinema da ZEISS, Américas
Lito Mendes da Rocha, ABC – Diretor de Fotografia
Victoria Panero, ADF – Diretora de Fotografia

18h30 – O cinema de Maryse Alberti 
A diretora de fotografia Maryse Alberti fala sobre sua carreira, o seu processo de criação, e os filmes que fez – que incluem entre outros “Crumb”, “Velvet Goldmine”, “O Lutador” (“The Wrestler”), “A Visita” (“The Visit”), “Amor Por Direito” (“Freeheld”), “Creed: Nascido Para Lutar”, “Beleza Oculta” (Collateral Beauty”), “Meu Jantar Com Hervé” (“My Dinner With Hervé”), “Rainhas do Crime” (“The Kitchen”), “Era Uma Vez Um Sonho” (“Hillbilly Elegy”), “Um Diário Para Jordan” (“A Journal for Jordan”).
Mediação: Fernanda Tanaka, ABC

Semana ABC 2022

Redação

O Cenas de Cinema é um veículo informal e divertido que tem como principal objetivo divulgar a sétima arte, com críticas, notícias, listas e matérias especiais
Botão Voltar ao topo