Série em Cenas

Atlanta

(Atlanta, EUA, 2016-)
Comédia, Drama, Música
Criador: Donald Glover
Temporada: 3-
Elenco: Donald Glover, Brian Tyree Henry, LaKeith Stanfield
Duração média: 30 min.
Canal FX
Onde ver: Netflix

Atlanta fica na Geórgia, um estado reconhecidamente racista e com uma desigualdade social particular. Atlanta se tornou um símbolo de resistência política negra e ajudou a virar a eleição nos Estados Unidos para o Biden. O dia a dia segregatório desta cidade vem sendo contado por Donald Glover (ator, músico, comediante e gênio na Terra) na série de mesmo nome disponível na Netflix. Atlanta e Donald Glover valem cada minuto de sua atenção e mostram o quanto tal resistência importa.

Entra na vibe, curtindo esse som:

Yeah, yeah, yeah, yeah, yeah
Yeah, yeah, yeah, go, go away

A série conta a saga de Earn (Donald Glover) e seu primo Alfred (Brian Tyree Henry) que entram para a cena do rap em Atlanta e passam por desafios de vários tipos, mas que as origens sempre são ligadas ao fato de serem quem são. 

Atlanta, série

We just wanna party
Party just for you
We just want the money
Money just for you

Earn é um falido que vê uma oportunidade ao se aventurar em ser empresário de seu primo que está iniciando como rapper no cenário da cidade. Como sempre se dá mal, vai tirar risos e lágrimas conquistando seu coração com seus altos e baixos (que em geral são baixos) e com sua forma de lidar com tudo isso. O cara não consegue ir numa festa de boa, comprar algo com uma nota de 100 dólares, conseguir um emprego bacana e essas coisas de sucesso e prosperidade do American Dream.

This is America
Don’t catch you slippin’ now
Don’t catch you slippin’ now
Look what I’m whippin’ now

Atlanta, seriado da FX

Alfred, por sua vez, além de rapper ganha a vida traficando weed e de cara já ganha fama de gangster no cenário musical. Tanto ele, quanto Darius (LaKeith Stanfield), trazem o ritmo surreal e inesperado, enquanto o Alfred é o explosivo e violento, Darius é o de boa que sempre prefere ir para casa deitar no sofá a se meter em alguma confusão. E tenha em mente que confusão é algo que tem em cada episódio aos montes. O que vai te levar a viciar e querer ver até o fim.

Ooh-ooh-ooh-ooh-ooh, tell somebody
You go tell somebody
Grandma told me
Get your money, black man (get your money)
Get your money, black man (get your money)

O humor usado é único, esbanja sarcasmo, enquanto o formato usado leva para uma dimensão cada vez mais surreal; ao passo que o próprio enredo traz o drama e o peso das coisas. De uma crítica profunda e especial, joga luz na exclusão social, no racismo estrutural e explícito, e principalmente na imobilidade social, jogando por terra alguns dos principais argumentos estadunidenses de liberdade e democracia, ressaltando o quanto a cor da pele é mais importante que todo o resto.

Atlanta, seriado

You just a black man in this world
You just a barcode, ayy
You just a black man in this world
Drivin’ expensive foreigns, ayy
You just a big dawg, yeah
I kenneled him in the backyard
No proper life to a dog
For a big dog

Passou da hora de maratonar essa joia, o momento é perfeito para ver e entender um pouco mais sobre o significado das eleições de 2020 dos Estados Unidos, sobre todos os movimentos que houveram por lá neste ano, e principalmente que, se é pregado esse tal American Dream, que sejam dadas chances para todos. 

O melhor episódio
T01E09 – Dia da abolição

Ver “Atlanta” na Netflix

Soraya Lopes

Gerente de projeto, comunicadora e buscadora constante de um descanso para a cabeça é viciada em séries e qualquer bobagem de tv que envolva comida, decoração ou sobrevivência e não tem escrúpulos de se emocionar com estas coisas. Se empenha em estudar filosofia, sociologia, psicologia e outros temas que possibilitem entender cada vez mais as pessoas.
Botão Voltar ao topo