Crítica | FestivalMostra SPnotas

Avanti

(Avanti, CHE, BEL, 2012)
Nota  
  • Gênero: Drama
  • Direção: Emmanuelle Antille
  • Roteiro: Emmanuelle Antille
  • Elenco: Hanna Schygulla, Nina Meurisse, Jean-Pierre Gos, Miou-Miou
  • Duração: 82 minutos

Lea é uma jovem com vida caótica que precisa lidar com o fato da sua mãe estar internada numa clínica psiquiátrica. Inconformada com esta condição, ela decidi fugir com a mãe durante um passeio. As duas embarcam numa road trip onde as questões relativas à relação mãe-filha ficam à flor da pele. Dirigido pela fotógrafa suíça Emanuelle Antille, Avanti é mais um daqueles filmes onde as diferenças entre mãe e filha são expostas sempre que alguma delas está passando por uma situação limiar.

Apesar de ser filmado com delicadeza, tendo Hanna Schygulla no papel de Suzanne e Nina Meurisse no papel de Léa, Avanti torna-se um filme sonolento pela sua previsibilidade. Além disto, falta um maior desenvolvimento dos personagens e muitas questões pertinentes à vida deles acaba ficando no vazio.

Ponto positivo para a trilha sonora que embala a viagem e as paradas da dupla.

Apoie o Cenas
Avanti
Cecilia Barroso | Cenas de Cinema

Um Grande Momento
A mãe no bar

[36ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo]

Mila Ramos

“Soteropaulistana”, publicitária, amante das artes, tecnologia e sorvete de chocolate. O amor pela Sétima Arte nasceu ainda criança, quando o seu pai a convidava para assistir ao Corujão nas noites insones. Apaixona-se todos os dias e acredita que o cinema é capaz de nos transportar a lugares nunca antes visitados. Escreve também no Cartões de viagens imaginárias.
Botão Voltar ao topo