De 9 a 18 de novembro acontece na Capital Federal, o 6º BIFF – Brasília International Film Festival. A programação reúne debates, oficina e exibições do que há de novo no cinema mundial, reunindo experiências audiovisuais e filmes premiados em festivais internacionais. Cine Brasília, Cine Cultura Liberty Mall e o SESC Ceilândia são os locais onde o festival acontece.

O filme de abertura é o novo título de Spike Lee, Infiltrado na Klan, ainda inédito nos cinemas. O realizador norte-americano ganha uma mostra paralela no festival em homenagem à sua carreira, com os filmes A Última Noite (2002), Irmãos de Sangue (1995), Malcolm X (1992), Febre da Selva (1991), Mais e Melhores Blues (1990) e Faça a Coisa Certa (1989).

Infiltrado na Klan, de Spike Lee

A programação traz ainda 16 filmes divididos em duas mostras competitivas, além de outras duas mostras paralelas: Mundo Animado, voltada à animação, e Memória BIFF, com títulos que já passaram pelo festival. Outras três pré-estreias também estão programadas: A Casa que Jack Construiu, de Lars Von Trier; Guerra Fria, de Pawel Pawlikowski, e Utoya, 22 de Julho, de Erik Poppe.

Para encerrar o 6º BIFF, uma homenagem ao diretor Sam Peckinpah, com a exibição do clássico Os Implacáveis (1972). A sessão que contará com a participação da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional, interpretando músicas imortalizadas pelo cinema do diretor.

Confira a lista completa das mostras competitivas:

A Terceira Mulher, de Ash Mayfair

FICÇÃO
Coração, de Fanni Metelius
Culpa, de Gustav Möller
Fuga, de Agnieszka Smoczynska
Julia e a Raposa, de Inés María Barrionuevo
Luz na Escuridão, de Ekene Som Mekwunye
Pássaros Suburbanos, de Sheng Qiu
A Terceira Mulher, de Ash Mayfair
Vírus Tropical, de Santiago Caicedo

DOCUMENTÁRIO
Cartas a Inger, de Maria Lucia Castrillon
Histórias à Meia Luz, de Luca Magi
La Manuela, de Clara Linhart
O melhor que você pode fazer com sua vida, de Zita Erffa
Nada resta além de nossa ternura, de Sébastien Jallade
O Silêncio dos Outros, de Almudena Carracedo e Robert Bahar
Os Últimos Caçadores do Gelo, de Jure Breceljnik e Rožle Bregar
Vila Soseongri, de Park Baeil

O Silêncio dos Outros, de Almudena Carracedo e Robert Bahar

Os longas-metragens que concorrem na Mostra de Ficção disputam os prêmios de Melhor Filme do Júri Oficial (R$ 20 mil) e do Júri Popular (R$ 5 mil). Os filmes de documentário também concorrem aos prêmios de Melhor Filme do Júri Oficial (R$ 10 mil) e do Júri Popular (R$ 5mil). E as duas categorias competem pelo Troféu da Crítica José Carlos Avellar.

Entre as atividades, o 6º BIFF promove uma oficina de roteiro, ministrada pelo cineasta argentino Miguel Angel Rocca, professor de roteiro na Universidade de Buenos Aires e diretor da Escuela de Cine Eliseo Subiela. A oficina terá duração de 16 horas/aula e será direcionada a iniciantes, tendo como pré-requisito a fluência em língua espanhola. Para participar da atividade é preciso realizar inscrição prévia. Mais detalhes no link.