Notícias

Festival de Cannes anuncia seleção oficial da 74ª edição

Depois de um ano de jejum, o Festival de Cannes, um dos mais tradicionais festivais de cinema do mundo, vai realizar uma edição presencial como sempre esteve acostumado a fazer: cheia de convidados, imprensa, público e, claro, filmes. O evento foi um dos primeiros grandes a serem impossibilitados de acontecer com a pandemia Covid-19. Historicamente avesso às exibições em outras telas e defensor da experiência na sala de cinema, o cancelamento foi a única saída para a edição de 2020.

Com a campanha de vacinação iniciada no mundo, uma conscientização maior sobre o vírus e várias medidas de prevenção, o festival começou a se desenhar possível e seu diretor, Thierry Frémaux, anunciou uma edição presencial muito maior do que a que se estava esperando. Antevendo o fluxo normal de público e liberando a ocupação total dos espaços, inclusive com novas salas, foi preciso investir em métodos de verificação de imunização e testagem rápida — a ideia é que aqueles que não tenham a carteira de vacinação sejam testados a cada 48h — para que no dia 6 de julho tudo esteja pronto para a grande festa da Croisette.

Completando os preparativos, hoje foi anunciada a seleção oficial deste que é o 74º Festival de Cannes. A edição vai até o dia 17 de julho.

Brasil na seleção

O Marinheiro das Montanhas, do cearense Karim Aïnouz, está entre os selecionados fora de competição. O filme, segundo o diretor, é baseado na história de amor de seus pais, ela brasileira e ele argelino, e faz um retrato poético dos dois países.

Confira a lista:

COMPETIÇÃO

“Annette”, Leos Carax
“Ahed’s Knee” (Ha’berech), Nadav Lapid
“Benedetta,” Paul Verhoeven
“Bergman Island,” Mia Hansen-Løve
“Casablanca Beats,” Nabil Ayouch
“Compartment No. 6” (Hytti Nro 6), Juho Kuosmanen
“Drive My Car,” Ryûsuke Hamaguchi
“Everything Went Fine” (Tout s’est bien passé), Francois Ozon
“A Hero,” Asghar Farhadi
“La fracture,” Catherine Corsini
“Lingui,” Mahamat-Saleh Haroun
“Memoria,” Apichatpong Weerasethakul
“Nitram,” Justin Kurzel
“Paris, 13th District” (Les Olympiades), Jacques Audiard
“Par un Demi Clair Matin,” Bruno Dumont
“Petrov’s Flu,” Kirill Serebrennikov
“Red Rocket,” Sean Baker
“The Restless” (Les Intranquilles), Joachim Lafosse
“The French Dispatch” (Wes Anderson)
“Three Floors” (Tre Piani), Nanni Moretti
“Titane,” Julia Ducournau
“The Worst Person in the World” (Julie (en 12 Chapitres)), Joachim Trier
“Flag Day”, Sean Penn
“The Story of my Wife”, Ildiko Enyedi

UN CERTAIN REGARD

“After Yang,” Kogonada
“Blue Bayou,” Justin Chon
“Bonne Mère,” Hafsia Herzi
“Commitment Hasan,” Hasan Semih
“Freda,” Gessica Généus
“House Arrest” (Delo), Alexey German Jr.
“The Innocents,” Eskil Vogt
“Lamb,” Valdimar Jóhansson
“Moneyboys,“ B.C Yi
“Noche de Fuego,” Tatiana Huezo
“Un Monde,” Laura Wandel

FORA DE COMPETIÇÃO

“Aline, the Voice of Love,” Valerie Lemercier
“Babi Yar. Context,” Sergei Loznitsa
“Bac Nord,” Cédric Jimenez
“Emergency Declaration,” Han Jae-Rim
“In His Lifetime” (De son vivant), Emmanuelle Bercot
“Stillwater,” Tom McCarthy
“The Velvet Underground,” Todd Haynes

MIDNIGHT SCREENINGS

“Bloody Oranges,” Jean-Christophe Meurisse

SPECIAL SCREENINGS

“Black Notebooks,” Shlomi Elkabetz
“H6,” Yé Yé
“Jane by Charlotte,” Charlotte Gainsbourg
“JFK: Through the Looking Glass,” Oliver Stone
“Mariner of the mountains” (O Marinheiro das Montanhas), Karim Aïnouz

CANNES PREMIERE
“Cow,” Andrea Arnold
“Deception” (Tromperie), Arnaud Desplechin
“Hold Me Tight,” Mathieu Almaric
“In Front of Your Face,” Hong Sang-soo
“Love Songs for Tough Guys,” Samuel Benchetrit
“Mothering Sunday,” Eva Husson

Redação

O Cenas de Cinema é um veículo informal e divertido que tem como principal objetivo divulgar a sétima arte, com críticas, notícias, listas e matérias especiais
Botão Voltar ao topo