Crítica | Streaming

Linha do Tempo

(Timeline, EUA, 2003)

Aventura

Direção: Richard Donner

Elenco: Paul Walker, Gerard Butler, Billy Connolly, David Thewlis, Frances O’Connor, Anna Friel, Neal McDonough, Matt Craven, Ethan Embry

Roteiro: Michael Crichton (romance), Jeffy Maguire, George Nolfi

Duração: 116 min.

Um homem aparece morto no meio do deserto com os ossos e veias todos desalinhados. Em outra lugar, grupo de arqueólogos trabalha na escavação de Castlegard e do castelo La Roque, que teria sido palco de uma importante batalha da Guerra dos Cem Anos.

O filme, como um todo, é bem interessante. A história é boa e muito movimentada, mas tropeça em atuações não tão boas assim. Walker pode ser lindo, mas é muito fraquinho, assim como alguns de seus colegas.

As cenas de ação são mesmo o melhor do filme. A reprodução de uma batalha no meio da noite entre franceses e ingleses é boa, com catapultas, fogo grego e flechas noturnas.

Excelente opção quando se quer ação, mas sem precisar pensar muito. Meninos grandes, mas não tão grandes assim, adoram!

Um Grande Momento

A noite da tomada.



Links

Site Oficial

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.
Botão Voltar ao topo