Série em Cenas

Ozark

(Ozark, EUA, 2017-)
Drama, Crime, Ação
Criador: Bill Dubuque, Mark Williams
Temporada: 3-
Elenco: Jason Bateman, Laura Linney, Sofia Hublitz
Duração média: 55 min.
Canal
Onde ver: Netflix

O dinheiro é uma forma de medir dois tipos de valor de um sujeito: aquele que diferencia rico/pobre e o que está muito mais ligado ao caráter (ou falta dele) que abre ou não a guarda aceitando qualquer acordo ou relação para ter acesso a ele a qualquer custo. Ozark da Netflix é a série que melhor retrata isso e que melhor nos faz pensar sobre até onde iríamos.

Em uma cidadezinha no interiorzão, à beira de água e montanhas, muita vegetação, pouca gente, economia ruim, quase não se vê lei, quase não se vê ordem: uma terra de oportunidades para lavagem de dinheiro para crime organizado. O que ninguém nunca espera é que em todo lugar existe uma pessoa corrompida por todas as vontades que a prata insita. E não tem coisa que mais atrai uma alma perdida que um belo esquema ilegal que envolve muita grana e segredo. 

Ozark - Marty Byrde (Jason Bateman)
e Wendy Byrde (Laura Linney) conversam

Marty (Jason Bateman) é um consultor financeiro que se meteu com gente errada e quando deu por si, já estava no mundo do crime. Para proteger a si e sua família, mudou-se de Chicago para uma pequena cidade no Missouri, chamada Ozark, para montar esquemas de lavagem de dinheiro para um traficante de drogas mexicano bastante violento. As circunstâncias vão apresentando mudanças na postura do protagonista diante dos desafios que encontra tanto no trato com a nova “profissão”, quanto com os novos vizinhos, e o cara é tão gente fina que é fácil se pegar torcendo pelo seu sucesso.

Wendy (Laura Linney) entrou de gaiata na história pelo envolvimento do marido, Marty, mas ganhou relevância no esquema não apenas por dar suporte emocional, mas por contribuir com ideias. Leal e fria, tem um jeito bastante peculiar de enfrentar adversidades, mantendo a transparência na família como o principal ponto de equilíbrio e segurança de todos. Com o passar do tempo, essa mulher vai despertar mais que curiosidade, vai dar um nó e mostrar outros pontos do que se julga resiliência, mas outros que se deve questionar por grandes problemas morais. 

Wendy Byrde (Laura Linney) presa a uma cadeira

Ozark rompe e expõe com violência crua, num tom pálido e sombrio, toda a construção do ideal de que o dinheiro traz felicidade, e sobretudo liberdade, que não só está no imaginário capitalista popular, mas na literatura desde Georg Simmel que já previa o extremo da individualização humana. Nesta verdade contada na série, as relações sociais não só se transformaram, mas ganharam um nível tal de impessoalidade que a vida já não importa nada, se a mesma não for a sua própria. 

Agarre esta oportunidade de questionamento de valores, morais e monetários, e de felicidade, estilo de vida e liberdade, com esta série que é a queridinha da crítica e das principais premiações e que conta não apenas com a emoção na dose certa para uma maratona, mas com personagens que marcam pela profundidade e peculiaridade.

O Melhor Episódio
T01E10 – O preço

Ver Ozark na Netflix

Série em Cenas

Soraya Lopes

Gerente de projeto, comunicadora e buscadora constante de um descanso para a cabeça é viciada em séries e qualquer bobagem de tv que envolva comida, decoração ou sobrevivência e não tem escrúpulos de se emocionar com estas coisas. Se empenha em estudar filosofia, sociologia, psicologia e outros temas que possibilitem entender cada vez mais as pessoas.
Botão Voltar ao topo