Notícias

Festival de Veneza anuncia seus vencedores

Aconteceu hoje (12) a premiação do 77º Festival Internacional de Cinema de Veneza. Primeiro grande evento cinematográfio após a pandemia de Covid-19. mesmo que cercado por controvérsiaa, o Festival de Veneza dá ao país que já foi o epicentro da doença uma demonstração de resistência e recomeço.

Para a realização do festival foram implementadas várias medidas de segurança, com redução do número de filmes e de pessoas presentes nas sessões, observando-se o distanciamento mínimo e demais normas indicadas pelas autoridades sanitárias.

77º Festival de Veneza: Normland
Normland, de Chloé Zhao

Confira Todos os premiados no 77º Festival de Veneza:

COMPETIÇÃO OFICIAL

LEÃO DE OURO (MELHOR FILME)
Nomadland, de Chloé Zhao
GRANDE PRÊMIO DO JÚRI
Nuevo orden, de Michel Franco
LEÃO DE PRATA (MELHOR DIREÇÃO)
Kiyoshi Kurosawa, por Spy no Tsuma
COPPA VOLPI
MELHOR ATRIZ: Vanessa Kirby, por Pieces of a Woman
MELHOR ATOR: Pierfrancesco Favino, por Padrenostro
MELHOR ROTEIRO
The Disciple, escrito por Chaitanya Tamhane
PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI
Dorogie Tovarischi, de Andrei Konchalovsky
PRÊMIO MARCELLO MASTROIANNI (INTÉRPRETE EM ASCENSÃO) Rouhollah Zamani, por Khorshid

77º Festival de Veneza: The Wasteland
Dashte Khamoush (The Wasteland), de Ahmad Bahrami

MOSTRA HORIZONTE

MELHOR FILME
Dashte Khamoush, de Ahmad Bahrami
MELHOR DIREÇÃO
Lav Diaz, por Lahi, Hayop
PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI: Listen, de Ana Rocha de Sousa (Reino Unido/Portugal)
MELHOR ATOR
Yahya Mahayni, por The Man Who Sold His Skin
MELHOR ATRIZ
Khansa Batma, por Zanka Contact
MELHOR ROTEIRO
Pietro Castellitto, por I predatori
MELHOR CURTA-METRAGEM
Entre tú y milagros, de Mariana Saffon

REALIDADE VIRTURAL

GRANDE PRÊMIO DO JÚRI
The Hangman at Home. An immersive single user experience, de Michelle Kranot e Uri Kranot
MELHOR HISTÓRIA
Sha si da ming xing, de Fan Fan
MELHOR EXPERIÊNCIA INTERATIVA
Finding Pandora X, de Kiira Benzing

OUTRAS PREMIAÇÕES

LEÃO DO FUTURO (MELHOR FILME DE ESTREIA)
Listen, de Ana Rocha de Sousa

PRÊMIO FIPRESCI
COMPETIÇÃO: The Disciple, de Chaitanya Tamhane
HORIZONTE E MOSTRAS PARALELAS: Dashte Khamoush, de Ahmad Bahrami

QUEER LION
The World To Come, de Mona Fastvold

GRANDE PRÊMIO – SEMANA INTERNACIONAL DA CRÍTICA
Hayaletler, de Azra Deniz Okyay
MELHOR CURTA-METRAGEM
J’ador, de Simone Bozzelli

PRÊMIO EUROPA CINEMAS LABEL
Oaza, de Ivan Ikić

PRÊMIO SIGNIS
Quo vadis, Aida?, de Jasmila Zbanic
MENÇÃO ESPECIAL
Nomadland, de Chloé Zhao

Redação

O Cenas de Cinema é um veículo informal e divertido que tem como principal objetivo divulgar a sétima arte, com críticas, notícias, listas e matérias especiais
Botão Voltar ao topo