É tempo de Natal! Com a chegada de dezembro, músicas e filmes temáticos tomam conta das programações. Se antes era normal o espectador adaptar-se à grade, agora ele pode escolher aquilo que quer ouvir e ver, graças aos vários serviços de streaming que tem a sua disposição.

Um dos maiores, mais ousados e agressivos, a Netflix, investe pesado em produtos natalinos há alguns anos. Se antes entrava apenas com a distribuição dos filmes, agora também os produz e tem um catálogo bem vasto que vai desde os clássicos recentes de Natal até algumas novas narrativas inusitadas.

Dentre todos os filmes oferecidos ao assinante no Brasil, o Cenas de Cinema separou 21 títulos para quem gosta da temática aproveitar. Divirtam-se e um Feliz Natal a todos!!!

O Estranho Mundo de Jack (1993)
Um dos mais antigos entre os filmes de Natal do catálogo, a animação musical O Estranho Mundo de Jack já encanta crianças e adultos desde 1993. O roteiro é de Tim Burton, ao lado de Michael McDowell e Caroline Thompson, e a direção, de Henry Selick, mas a aura do diretor de Edward Mãos de Tesoura, também produtor da animação, está bastante presente. O longa conta a história de Jack, o príncipe do Halloween, que, querendo mudar a rotina, resolve tomar conta do Natal. A trilha sonora de Danny Elfman é sensacional.

Crônicas de Natal (2018)
Se o primeiro da lista é um dos filmes com mais idade, o segundo é um dos mais recentes. Crônicas de Natal, lançado no mês passado, é uma produção da Netflix e conta a história de dois irmãos que resolvem tentar filmar o Papai Noel na noite de Natal e acabam vivendo algo inesperado. Dirigido pelo animador Clay Kaytis, em sua primeira experiência em live-action, o filme tem no elenco Kimberly Williams-Paisley, como a mãe dos meninos, e Kurt Russell como o Papai Noel, além de uma surpresinha no final.

O Natal de Angela (2017)
O também recente curta-metragem animado O Natal de Angela volta à Irlanda dos anos 1910 para resgatar uma história de família e ingenuidade infantil. O filme, dirigido por Damien O’Connor, baseia-se em livro do ganhador do Pulitzer Frank McCourt, que se inspirou em uma história que sua mãe lhe contava quando criança.

Aconteceu no Natal do Mickey (1999)
Entre os títulos disponíveis, alguns resgatam famosos personagens, como Aconteceu no Natal do Mickey, do final da década de 1990. São três histórias: Mickey e Minnie recordam o ano que passou e vivem uma noite mágica; Pateta e Max contam sobre uma visita do Papai Noel, e Huguinho, Zezinho e Luizinho ensinam sobre o espírito do Natal.

Os Fantasmas de Scrooge (2009)
E não são só personagens famosos fora do Natal, há também aqueles que já fazem parte da tradição natalina. É o caso de Ebenezer Scrooge, do clássico literário “Um Conto de Natal”, de Charles Dickens. Ele e sua jornada com os fantasmas do Natal já esteve em várias adaptações. Uma delas é a animação com captura de movimentos Os Fantasmas de Scrooge, dirigido por Robert Zemeckis, com Jim Carrey no papel principal.

Shrek Bate o Sino (2007)
Outro filme que vai buscar personagens icônicos do cinema é Shrek Bate o Sino, com o famoso ogro, família e amigos. O curta, feito para a TV, foi dirigido por Gary Trousdale pouco tempo depois dele deixar a Disney, onde assinou filmes como A Bela e A Fera. No filme, Shrek achava que ia conseguir relaxar, mas, com a chegada das festas, vê que não será bem assim.

Meu Papai é Noel (1994)
A lista traz mais um dos muitos clássicos de Natal modernos: Meu Papai É Noel, com direito a todas as continuações. Na história inusitada, um homem mata acidentalmente o Noel e precisa tomar o seu lugar. O filme, um dos mais vistos pelo mundo na época, traz Tim Allen no papel principal.

O Grinch (2000)
Para encerrar a participação dos novos clássicos de Natal, nada como O Grinch, um filme que divide opiniões desde seu lançamento, mas que segue firme em listas do gênero. Baseado na obra de Dr. Seuss, o filme conta como o peludo verde de Quemlândia passou a odiar o Natal e suas tentativas de acabar com a festividade. Dirigido por Ron Howard, traz Jim Carrey no papel da amarga criatura.

Krampus: O Terror do Natal (2015)
Na mitologia existe uma criatura conhecida como antinoel. É Krampus, uma espécie de demônio que acompanha Papai Noel na noite de Natal. Enquanto o bom velhinho distribui presentes para as crianças que se comportaram, Krampus pune aquelas que aprontaram. O filme, com Adam Scott e Toni Collette, é todo exagerado no tom e resgata essa figura mitológica.

O Natal dos Coopers (2015)
Entre todos os temas, nenhum é mais presente do que a reunião familiar por causa das festividades. O Natal dos Coopers está exatamente nesse lugar, ao unir histórias de quatro gerações de uma mesma família na véspera de Natal. O filme é cheio de nomes para lá de conhecidos no elenco, como Steve Martin, Diane Keaton, John Goodman, Ed Helms, Timothée Chalamet, Amanda Seyfried, Marisa Tomei e Alan Arkin.

A Princesa e a Plebeia (2018)
Outra produção original da Netflix que também se ambienta no Natal é A Princesa e a Plebeia, com Vanessa Hudgens vivendo o papel duplo já tão conhecido da história. Um duquesa quer uma última chance de aproveitar sua liberdade e, aproveitando-se da semelhança com a estrangeira que veio para o concurso de culinária de Natal, propõe uma troca.

You Can’t Fight Christmas (2017)
Pessoas que não acreditam no Natal também fazem parte dos motivos para tramas com o tema. Em You Can’t Fight Christmas duas pessoas completamente diferentes – uma que é o Natal em pessoa e outra que acha que as festas não passam de uma frivolidade – acabam se confrontando e se aproximando. O filme é dirigido pelo ator Kenny Young, premiado por seu trabalho no drama One Week.

The Spirit of Christmas (2015)
Histórias inusitadas também estão entre os filmes de Natal. No telefilme The Spirit of Christmas, uma advogada tem três semanas para avaliar e vender uma pousada mal-assombrada. O gerente avisa que o fantasma não vai querer sair de lá, até que ela conhece a assombração e algo ainda mais estranho é revelado.

Natal na Realeza (2014)
Há também histórias que não tem necessariamente a ver com o Natal, mas acabam aproveitando a época como pano de fundo para suas tramas. É o caso de Natal na Realeza, que traz a batida história de um príncipe que se apaixona por uma plebeia, a pede em casamento e, sem revelar sua descendência, a leva para passar o Natal em seu reino. A protagonista é vivida por Lacey Chabert, a eterna Gretchen de Meninas Malvadas.

Dear Santa (2011)
Em mais um romance de Natal da lista, uma mulher rica se apaixona por um cozinheiro depois de ler uma carta que sua filha de sete anos havia escrito. Baseado mais uma vez na diferença de classes, outra coisa que costuma aparecer bastante nos filmes da temática, o telefilme é dirigido por Jason Priestley, que ficou conhecido por viver Brandon Walsh na série Barrados no Baile, nos anos 1990.

I’ll Be Home for Christmas (2016)
Resgates familiares também costumam estar presentes em filmes de Natal e é nisso que I’ll Be Home for Christmas se baseia. Dirigido pelo veterano ator James Brolin, com Mena Suvari no elenco, o telefilme fala sobre uma jovem mãe solteira que recebe a visita inesperada do pai para as festas.

A Última Noitada (2015)
Para quem gosta, tem comédias daquelas escrachadas também. Lançado originalmente como Sexo, Drogas e Jingle Bells no Brasil, o filme com Joseph Gordon-Levitt, Seth Rogen e Anthony Mackie, dirigido por Jonathan Levine, recebeu um nome menos explícito na plataforma. O longa acompanha três amigos de longa data em busca do Cálice Sagrado das festas de Natal.

O Príncipe e Eu (2011)
Dentro do tema principal, vários subtemas são recorrentes, como histórias que envolvem a realeza. Em O Príncipe e eu, uma mulher é convidada por um parente distante para conhecer um castelo. Durante a viagem conhece um príncipe e tem início aquele romance que a gente já conhece.

Miss Me This Christmas (2017)
Mais uma vez o resgate de relações é o que está por trás deste filme de Natal, onde um casal que parecia perfeito está prestes a se separar. Depois de a vida seguir, de novas pessoas aparecem, será que essa é a decisão certa mesmo? A trama é um spin off de outro filme já citado aqui na lista, You Can’t Fight Christmas, também dirigido por Kenny Young.

Neşeli hayat (2009)
Um dos diferenciais da Netflix é que ela, por vezes, disponibiliza outras cinematografias. Há muita coisa turca no catálogo, com filme de Natal e tudo. Neşeli hayat, algo como Vida Feliz em português, traz a história de um Papai Noel que precisa aprender a ser Papai Noel. O filme é dirigido, escrito e atuado por Yilmaz Erdogan, um nome bem conhecido do cinema comercial de lá.

Natal 5 Estrelas (2018)
Para encerrar a nossa lista, uma produção italiana ainda inédita. Natal 5 Estrelas, comédia produzida pela própria Netflix, conta a história de um político que tenta evitar um escândalo depois de se ver em uma enrascada. O filme estreia mundialmente na plataforma no próximo dia 7 de dezembro.