O ano de 2019 já está logo ali e, mesmo que venha com muita apreensão, é nas coisas positivas da vida e na união entre as pessoas que devemos prestar atenção e no que temos que apostar para manter a força para enfrentar o que vem por aí. O tempo é propício para resgates, retornos e um deles vai acontecer bem aqui. Depois de sete anos, o Cenas de Cinema volta a Berlim com Fátima Lacerda para a cobertura de um dos mais instigantes e interessantes festivais do mundo, a Berlinale.

Fátima mora em em Berlim desde 1988, onde foi testemunha ocular da queda do Muro. Segundo ela mesmo diz, é obcecada por cinema. “Ver filmes é transcender. Discutir sobre eles é visceral. Escrever é respirar”.

A jornalista é uma especialista na Berlinale, sobre a qual escreve desde 1998 para vários veículos brasileiros e alemães. Há quatro anos, fala sobre o festival no programa “Dschungelfieber”, na Rádio Eins de Berlin, além de já ter atuado em outras áreas ligadas ao cinema, como curadoria, júris e a coordenação e apresentação dos debates da Mostra “Cinema na Embaixada”, em Berlim.

Seus textos podem ser encontrados aqui no Cenas, com a cobertura da Berlinale 2012, no blog do Estadão “Todos os caminhos levam a Berlim” e no blog alemão inberlin.de.

A cobertura da edição deste ano do Festival de Berlim começa ainda neste mês e traz, até o final da Berlinale, matérias que ratificam a diversidade e abrangência do maior evento cultural da Alemanha.

Twitter: @FatimaRioBerlin | @CinemaBerlin
Instagram: @rioberlin2018