Notícias

Cultura em Direitos Humanos ganha festival

A partir de 7 de março acontece o 1º dh fest – Festival de Cultura em Direitos Humanos, novo evento que reunirá diversas atividades artísticas ligadas ao tema. Durante uma semana, o evento trará gratuitamente e de forma online, via plataformas e redes sociais, filmes, performances musicais e debates.

Foram selecionados 11 longas-metragens recentes, com destaque para a estreia de Kunhangue Arandu – A Sabedoria das Mulheres, de Alberto Alvares e Cristina Flória, e os ainda inéditos no circuito A Cordilheira dos Sonhos, de Patrício Guzmán; Meu Nome é Bagdá, de Caru Alves de Souza; Para Onde Voam as Feiticeiras, de Eliane Caffé, Carla Caffé e Beto Amaral; e Selvagem de Diego da Costa. Completam a seleção 26 curtas-metragens, entre eles, os premiados Perifericu, A Morte Branca do Feiticeiro Negro e Carne.

Para além do cinema, o 1º dh fest – Festival de Cultura em Direitos Humanos trará apresentações musicais exclusivas de nomes como Chico César, Tássia Reis, coletivo Baile em Chernobyl e Kunumi MC e um ciclo de debates que reúne personalidades como o fotógrafo Sebastião Salgado, a romancista Conceição Evaristo, o escritor Ailton Krenak, a cineasta Tata Amaral e o documentarista chileno Patrício Guzmán.

Apoie o Cenas

A curadoria do 1º dh fest – Festival de Cultura em Direitos Humanos é assinada por Leandro Pardí (música), Francisco Cesar Filho (cinema) e pelo Instituto Vladimir Herzog em parceria com o Sesc São Paulo (debates).

Toda a programação está disponível no site do festival. Informações sobre o evento podem ser acompanhadas através de suas redes sociais: Instagram, Twitter e Facebook.

Redação

O Cenas de Cinema é um veículo informal e divertido que tem como principal objetivo divulgar a sétima arte, com críticas, notícias, listas e matérias especiais
Botão Voltar ao topo