Crítica | Streaming

Depois de Horas

(After Hours, EUA, 1985)

Comédia

Direção: Martin Scorsese

Elenco: Griffin Dunne, Rosanna Arquette, Verna Bloom, Tommy Chong, Linda Fiorentino, Teri Garr, John Heard, Cheech Marin, Catherine O’Hara, Martin Scorsese

Roteiro: Joseph Minion

Duração: 97 min.

Minha nota: 8/10

Mais uma vez estamos perdidos na noite guiados por Martin Scorsese. Agora acompanhando as desventuras de um yuppie que está trancado numa jornada sem fim e sem muita explicação para voltar para casa.

Em uma comédia suis generis que flerta com a misoginia, rindo dela, Paul Hackett tenta concretizar o encontro com a estranha Marcy após conhecê-la por acaso em uma cafeteria.

Scorsese brinca com imagens inesperadas e construções pouco críveis, numa trama que parece nunca ter fim. Desencontros, mal-entendidos e perseguições se sucedem sem fazer muito sentido, construindo uma fábula moderna que, de certo modo, dá o poder às mulheres e achincalha a pseudo-prepotência dos homens, em suas falhas, inseguranças e numa constante busca pela aceitação.

Uma trilha sonora recheada de canções marcantes, que começa com clássico e chega até o pop, passando pelo jazz, embala a loucura programada e ajuda ainda mais a fazer com que o público fique grudado a cada um dos acontecimentos.

Um grande momento

O dinheiro que voa.



Prêmios e indicações
(as categorias premiadas estão em negrito)

BAFTA: Atriz Coadjuvante (Rosana Arquette)

Cannes: Palma de Ouro, Direção

César: Filme Estrangeiro

Globo de Ouro: Ator de Musical ou Comédia (Griffin Dunne)

Links

Imdb

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.
Botão Voltar ao topo