(Hidden Figures, EUA, 2016)
Drama
Direção: Theodore Melfi
Elenco: Taraji P. Henson, Octavia Spencer, Janelle Monáe, Kevin Costner, Kirsten Dunst, Jim Parsons, Mahershala Ali, Glen Powell, Kimberly Quinn
Roteiro: Margot Lee Shetterly (livro), Theodore Melfi, Allison Schroeder
Duração: 127 min.
Nota: 8 ★★★★★★★★☆☆

Na segunda metade do Século XX, Estados Unidos e União Soviética competiam de forma acirrada para garantir a supremacia na exploração espacial. Era importante para ambos conseguir o pioneirismo nesse campo, principalmente por conta da Guerra Fria, que acontecia durante o mesmo período. Com a chegada de Neil Armstrong à Lua em 1969, os Estados Unidos não apenas consolidaram a liderança na corrida, como também passaram a ser soberanos em todos os quesitos que diziam respeito à exploração do espaço.

Porém, anos antes do primeiro homem pisar na Lua, a Nasa, agência espacial americana, passava por dificuldades para deslanchar seu projeto espacial. Os Estados Unidos viviam o auge dos movimentos pelos direitos civis dos negros, contra a segregação racial. É exatamente no encontro desses momentos que se passa a história de Estrelas Além do Tempo.

O filme narra a vida de três mulheres pioneiras: Katherine G. Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughan (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe). As três amigas fizeram parte de uma equipe de mulheres afro-americanas fundamentais para o sucesso da Nasa em suas primeiras missões espaciais. Elas eram chamadas de “computadoras”, pois tinham como função calcular diversos dados que ajudavam os engenheiros a aprimorar seus foguetes e traçar rotas de viagens.

Dirigido por Theodore Melfi (Um Santo Vizinho), Estrelas Além do Tempo se baseia no livro de Margot Lee Shetterly para contar a história pouco conhecida destas três mulheres negras que buscavam o reconhecimento profissional em um ambiente, à época, dominado por homens brancos e dentro de uma das mais importantes instituições americanas. Suas trajetórias dentro da Nasa são mostradas com leveza. Apesar do peso que o tema segregação racial carrega, a trama não é apelativa, o caminho escolhido é outro. É óbvio que existem momentos carregados de emoção, mas também há muitas cenas com bom humor e positividade.

A razão para Estrelas Além do Tempo funcionar tão bem deve-se, grande parte, ao seu elenco. É perceptível a química entre as atrizes Taraji P. Henson (O Curioso Caso de Benjamin Button), Octavia Spencer (Histórias Cruzadas) e Janelle Monáe (Moonlight), as personagens são carismáticas, fáceis de criar uma conexão com a audiência. Até os papéis masculinos do diretor da Nasa Al Harrion e do engenheiro Paul Stafford, interpretados respectivamente por Kevin Costner (Instinto Secreto) e Jim Parsons (o Sheldon da série Big Bang Theory) funcionam bem.

Estrelas Além do Tempo é um filme bem resolvido e conta a importante história das três afro-americanas na Nasa de forma simples, porém envolvente. Não é à toa que recebeu, merecidamente, três indicações ao Oscar de 2017: Melhor Filme, Melhor Atriz Coadjuvante para Octavia Spencer e Melhor Roteiro Adaptado.

Um Grande Momento:
Banheiro.

Links

No IMDb