Notícias

Festival Mix traz 101 filmes para todo Brasil

De 11 a 22 de novembro, o Festival Mix Brasil, um dos mais importantes eventos de cultura dedicados à diversidade do mundo, realiza a sua 28ª edição de forma online e gratuita, podendo ser assistido de qualquer parte do país. A homenageada deste ano é a drag queen Marcia Pantera, criadora do movimento bate-cabelo e destaque em diversos filmes do nosso cinema.

Além da programação on-line de filmes, o festival contará com algumas sessões presenciais observando as regras de segurança sanitária, com número limitado de espectadores no CineSesc, espetáculos teatrais no Centro Cultural da Diversidade, e exposições em diversos Centros Culturais de São Paulo.

O Festival Mix Brasil é dirigido por André Fischer. Ele conta que a edição deste ano busca trazer uma mensagem de força e sorte como estímulo, para lembrar que tudo que está acontecendo vai passar e que sairemos mais fortes. Segundo Josi Geller, diretora-executiva do evento, “Iremos sentir falta do calor humano, dos encontros antes das sessões, mas o lado bom é a democratização do conteúdo do Festival, pois esse ano estaremos em todo Brasil”

Vento Seco, de Daniel Nolasco, filme selecionado pelo 9º Olhar de Cinema
Vento Seco, de Daniel Nolasco

A programação do Mix em 2020 traz 101 filmes de 24 países. Organizada pelo diretor de programação, João Federici exibirá títulos de diretores e atores consagrados que fizeram parte da Seleção Oficial dos Festivais de Berlim, Veneza, Toronto, Sundance, Cannes e OutFest.

A Mostra Competitiva de filmes nacionais deste ano reúne 9 títulos, em uma seleção fortemente marcada pelas investigações das afetividades e identidades da população LGBTQIA+.

Os Últimos Românticos do Mundo
Os Últimos Românticos do Mundo, de Henrique Arruda

Quatro documentários relatam as vivências de diferentes populações ignoradas ou marginalizadas do nosso país no panorama “Vozes do Brasil Real”. Já os curtas metragens contam com uma Mostra Competitiva com 13 filmes de 7 estados, além de outros 48 trabalhos nacionais e 20 estrangeiros. Os 13 programas temáticos de curtas trarão temas como “Corpos Cênicos”, “Golden Girls & Boys”, “Identidade e Política”, “Inconciliáveis”, “Mix Jovem”, “Mulheres Alfa”, “Nós Duas”, “Sagrades”, “Sexy Boyz 2020”, “SP Mix”, “Tensão em Família” e “Crescendo com a Diversidade”, destinado ao público de todas as idades.

Além do cinema o Festival Mix Brasil é um festival para todes, com espaço para todas as artes: Teatro, Música, Literatura, MixTalks, Artes Visuais e o tradicional Show do Gongo completam a programação

Toda a programação online do 28º Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade poderá ser acessada gratuitamente pelo site mixbrasil.org.br. Os filmes poderão ser assistidos pelas plataformas digitais InnSaei, Sesc Digital, Spcine Play. O acesso a alguns filmes será limitado e alguns longas serão exibidos apenas em sessões presenciais (consulte a programação).

Valentina 28º Festival Mix Brasil
Valentina, de Cássio Pereira dos Santos

O evento é uma realização da Associação Cultural Mix Brasil, Ministério do Turismo e conta com a iniciativa da Lei de Incentivo à Cultura, o patrocínio de Itaú e Mercado Livre, apoio da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, apoio cultural de SESC SP e Biblioteca Mario de Andrade; apoio institucional do Países Baixos, Dot Cine, Ctav, Mistika, Ateliê Bucareste e Vetor Zero e promoção do Canal Brasil, Mubi, E! e Leitura Digital.

A programação completa do 28° Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade estará disponível no site e também pode ser acessada através dos seguintes links: Facebook, Instagram, Twitter e Youtube.

Redação

O Cenas de Cinema é um veículo informal e divertido que tem como principal objetivo divulgar a sétima arte, com críticas, notícias, listas e matérias especiais
Botão Voltar ao topo