Crítica | Streaming

Jogo de Amor em Las Vegas

Visto no Cinema( What Happens in Vegas, EUA, 2008)

Romance/Comédia

Direção: Tom Vaughan

Elenco: Cameron Diaz, Ashton Kutcher, Rob Corddry, Lake Bell, Treat Williams, Queen Latifah, Dennis Miller, Dennis Farina, Michelle Krusiec

Roteiro: Dana Fox

Duração: 99 min.

Minha nota: 6/10

Qualquer um que entre no cinema para ver uma comédia romântica já sabe exatamente o que vai encontrar. E se o filme for estrelado por Cameron Diaz ou Ashton Kutcher fácil saber que será mais cômico do que os outros do gênero. Ou seja, ao entrar no cinema, eu já sabia o que veria.

Um cara mimado, que nunca assumiu nenhum relacionamento sério, é demitido das empresas do pai por fazer corpo mole e não se preocupar com nada. Em outro lugar, uma mulher ambiciosa e dedicada ao trabalho leva um fora do namorado com quem imaginou que se casaria. Arrasados os dois resolvem passar uns dias em Las Vegas e, por um erro do hotel, acabam se conhecendo. Na manhã seguinte os dois descobrem que estão casados e tentam se divorciar, mas um prêmio milionário aparece no meio do caminho e atrapalha tudo.

O filme é na verdade um amontoado de clichês do gênero. Além do casamento em Las Vegas, tão batido, estão ali os melhores amigos que se odeiam, o ex-namorado poderoso, a sobrinha bonitinha, o almoço com a família, as mesmas brigas de sempre e os mesmos momentos de vai dar tudo certo.

Mas apesar daquela cara de “eu já vi isso antes um monte de vezes”, o filme é bem engraçado e algumas piadas funcionam de verdade.

Kutcher e Diaz estão engraçados como em comédias românticas anteriores mas, seguindo o exemplo de outros filminhos assim, são os melhores amigos, Rob Corddry e Lake Bell, que provocam mais gargalhadas. O filme ainda conta com as participações de Dennis Farina, como o chefe chato; Treat Williams, como o pai de Kutcher e Queen Latifah como a terapeuta de casal.

Apesar de batido e previsível, o filme acaba valendo a pena pela diversão e distração.

Programa indicado para aqueles dias à toa, em que tudo que queremos é rir um pouco, mas sem esperar grandes coisas. Aliás, aqueles que não gostam de rever na tela coisas que já viram antes devem manter uma distância segura. O mesmo para quem não gosta de comédias românticas, é claro.

Um Grande Momento

A explicação do olho roxo.

Links

Site Oficial

Imdb

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.

Um Comentário

  1. Oi, gente!!!

    Pedro – É verdade, né? A mulher ficou velha e não pára de se comportar como uma adolescente. Mas até que esse jeitinho até funciona em filmes desse tipo.

    Ibertson – De repente passa numa Tela Quente da vida e você assiste… hehehe

    Rodrigo – Com certeza. Mas quem sabe você não ganha o ingresso, a locação ou dvd numa dessas promoções… No último caso ainda dá para ganhar uma graninha revendendo no ML. Hehehe

    Marcel – Certamente é um filme que pode esperar para ser locado. Não tem nada nele que a telinha não possa oferecer.

    Wally – É descartável e esquecível mesmo, mas é divertido também. Eu, pelo menos, dei boas gargalhadas.

    Beijocas a todos!

  2. O filme me soou descartável mas ao mesmo tempo divertido. Verei sem dúvida, mas sem esperar muito.

    Ciao!

  3. Eu não estava interessado em assistir esse filme, dae vi um trailer e até que fiquei animado para ver, e agora desanimei de novo, acho que é melhor esperar para ver em uma sessão pipoca em casa mesmo, com os amigos.

  4. esse filme eu passo.. pelo menos quando ainda estiver nos cinemas ou caro nas locadoras, hehehe…
    pode até ser mesmo engraçado e valer como diversão para um dia sem nada melhor pra fazer.. mas como meu money anda curto, melhor selecionar os filmes que gasto meu suado dinheirinho…rs…
    beijos, Cecilia!!!

  5. Não me interesso em assistir esse filme, sinceramente.
    hehehehe

  6. A Cameron Diaz só faz filmes em que ela dá pulinhos feito doida varrida. Nunca vi um trabalho decente vindo dela. Isso é o que me corre desse filme.

    Talvez “Coisas Que Você Pode Dizer Só de Olhar Para Ela” seja seu melhor trabalho, ainda que razoavelmente limitado.

Botão Voltar ao topo