Notícias

Original Vídeo: filmes nacionais no mercado

Desde meados dos anos 90, a produção cinematográfica brasileira só cresce. Nestes quase quinze anos, vimos um aprimoramento daquilo que já tinhamos de muito bom, mas estava praticamente esquecido e só teimava em existir pela dedicação e entrega de poucos e fiéis cineastas.

Hoje o cenário é completamente diferente do apresentado antes da chamada “retomada”. Várias publicações consideram um título nacional como um dos 20 melhores filmes de todos os tempos, mais de cinco milhões de pessoas foram ao cinema conferir um filme brasileiro, a produção de documentários está cada vez mais consistente e isso sem falar nos diretores, atores e técnicos de ponta.

Essas mudanças fazem muito mais do que encher cada um de nós de orgulho e alegria. O número de boas produções aumenta, muito mais gente vai aos cinemas, e o número de DVDs alugados e comprados também cresce.

Foi justamente pensando em um mercado escasso de boas produções brasileiras – de baixo, médio e grandes orçamentos – em home video que a distribuidora de DVDs Original Vídeo, com um catálogo composto exclusivamente de produções nacionais, foi criada.

Para Átila Szemeredi, um dos proprietários da Original, o foco é “o público que busca entretenimento, educação, informação, cultura e conteúdo de qualidade”. Segundo o distribuidor, o reconhecimento maior do cinema nacional de hoje vem de fora do país, mas ele acredita que o número de consumidores brasileiros deve crescer cada vez mais.

O primeiro pacote da Original, já nas lojas e locadoras, é formado pelos seguintes títulos:

L.A.P.A. (2007, Documentário, 75 min.) Direção: Cavi Borges e Emílio Domingos. Roteiro: Emilio Domingos e Cavi Borges

Além de ser um dos mais famosos e tradicionais bairros boêmios do Rio de Janeiro, a Lapa atualmente também é o ponto de encontro de MCs e do RAP.

O documentário L.A.P.A. mostra o cotidiano destes jovens que fazem da música sua razão de viver. Com depoimentos, participações especiais e muito som de Chapadão, Funkeiro, Aori, IKY, Marcelo D2, Macarrão, BNegão, Black Alien, Marechal, Buiú da 12, Gil, AirãoCrespo, Kelson, Sheep.

O documentário vai além das festas de rap, e passa pelos sambistas e boêmios clássicos da Lapa.

Caroneiros (2006, Documentário, 52 min.) Direção: Martina Rupp. Roteiro: Martina Rupp e Mônica Leote

Aventureiros com seus dois fuscas percorrem a América do Sul e pela viagem vão conhecendo jovens que falam sobre seus olhares sobre América Latina e sobre os Estados unidos. O filme segue uma idéia que parece saída dos sonhos de Jack Kerouac ou do Che Guevara: viajar pela América, dando caronas e conversando com as pessoas comuns que passam pelo caminho.

Caroneiros investiga o conhecimento e a informação que os jovens tem (ou não tem) a respeito de seus países vizinhos, e o que eles pensam sobre os EUA. Uma investigação feita ao longo dos 18 mil quilômetros de Chile, Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, em 72 dias de viagem, dentro de dois fuscas que davam caronas a pessoas que toparam falar sobre suas impressões.

Pretérito Perfeito (2006, Documentário, 77 min.) Direção: Gustavo Pizzi. Roteiro: Gustavo Pizzi.

Casa Rosa foi o prostíbulo mais famoso do Rio de Janeiro no século 20. Em 1991, encerrou suas atividades e, quatro anos depois, reabriu como um espaço cultural, onde se realizam festas, eventos e shows musicais. Centenas de jovens passaram a freqüentar o local todo fim de semana. Em 2004, o cineasta Gustavo Pizzi, freqüentador assíduo das festas, convidou algumas pessoas que conheceram a casa como prostíbulo a revisitar o lugar. Antigos clientes, funcionários e Ivanilda, uma prostituta de 65 anos, que trabalhou na casa quando tinha 17 e, desde então, nunca mais havia voltado para lá. Durante a visita, fala-se de memória, moral e negociação.

QUART4B (2006, Comédia, 90 minutos) Direção: Marcelo Galvão. Roteiro: Marcelo Galvão Com: Christiano Cochrane, Marcos Bao, Marcos França, Malu Biernenbach, Lívia Doblass, Cesar Birindelli, Rosaly Papadopol, Thereza Piffer, Antonio Destro, Fernanda Couto, Deto Montenegro, Tobin Dorn, Paulo Seabra, Henrique Benjamin, Edgar Schmalz, Jolanda Gentilezza, Ithamar Lembo, Neusa Romano.

Faxineiro de uma escola encontra um tijolo de maconha debaixo de uma carteira da 4ª série B de um colégio tradicional. Uma professora, o diretor, o zelador e 15 pais se reúnem para discutir o problema: o que fazer ao encontrar drogas com um aluno de 10 anos? Acusações, intrigas e muitas revelações vêm à tona, enquanto cada um deles tenta proteger a própria família.

Entre os outros lançamentos previstos pela distribuidoras estão títulos como A Hora da Estrela, de Suzana Amaral; O Quinze, de Jurandir de Oliveira; O Homem que Virou Suco, de João Batista de Andrade; Esses Moços, de José Araripe Jr., e Os Incuráveis, de Gustavo Acioly.

Para conhecer o site da Original Filmes, clique aqui.

Redação

O Cenas de Cinema é um veículo informal e divertido que tem como principal objetivo divulgar a sétima arte, com críticas, notícias, listas e matérias especiais

Um Comentário

  1. Gostei de ler esta matéria. Tenho interesse de ver filmes brasileiros, mas quanto a história tem sentido. Existem muitos e muitos filmes brasileiros feitos antigamente e atualmente também, mas os de hoje tem histórias que fazem sentido e usam até histórias verídicas, bons e novos atores e atrizes e com boa qualidade de filmagem, roupas e cenários. Hoje o cinema brasileiro é realmente melhor e até concorre á Oscar no exterior com os outros filmes. Temos que valorizar o filme brasileiro.

    Boa sorte pra vocês! Também gostaria de ser um ator de filmes brasileiros.

  2. Muito bom, fico feliz que a memória brasileira está sendo mantida. Uma dica para as locadoras é que os DVDs brasileiros poderiam começar a ter mais destaque, separados por gênero, inclusive. Aqui em Salvador, as duas maiores locadoras tem apenas um balcão sem muito destaque: cinema nacional.

  3. Opa, é sempre bom ver filmes nacionais saindo em dvd. L.A.P.A., Caroneiros e Pretérito Perfeito passaram no festival de cinema de Juiz de Fora, mas acabei perdendo … mas, quer dizer que A HORA DA ESTRELA está previsto para ser lançado? Maravilha! Doido para ver esse filme…

Botão Voltar ao topo
Fechar