Festivais, premiações e mostras

Prêmio César

E continuando a temporada de prêmios, ontem foram anunciados os vencedores da Noite dos Césars (La Nuit de Césars).

A premiação está em sua 34ª edição e é sempre citado como o Oscar do cinema francês.

O maior nome da noite foi Séraphine, filme de Martin Provost baseado na vida da pintora Séraphine de Senlis, empregada doméstica e que graças à descoberta de um colecionador de arte, hoje é reconhecida mudialmente. O longa levou os prêmios de melhor filme, melhor atriz, fotografia e trilha sonora.

Lista completa dos premiados:

  • Melhor Filme: Séraphine
  • Melhor Ator: Vincent Cassel, por Mesrine
  • Melhor Atriz: Yolande Moreau, por Séraphine
  • Melhor Diretor: Jean-François Richet, por Mesrine
  • Melhor Filme Estrangeiro: Valsa com Bashir, de Ari Folman
  • Melhor Ator Coadjuvante: Jean-Paul Rousillon, por Um Conto de Natal
  • Melhor Atriz Coadjuvante: Esla Zylberstein, por Há Tanto Tempo que Te Amo
  • Melhor Ator Revelação: Marc-André Grondin, por Le Premier Jour du Reste de ta Vie
  • Melhor Atriz Revelação: Déborah François, por Le Premier Jour du Reste de ta Vie
  • Melhor Roteiro Original: Séraphine
  • Melhor Edição: Le Premier Jour du Reste de ta Vie
  • Melhor Fotografia: Séraphine
  • Melhor Trilha Sonora: Séraphine
  • Melhor Figurino: Séraphine
  • Melhor Curta-metragem: Les Miettes, de Pierre Pinaud
  • Melhor Curta-metragem Documentário: Les Plages d’Agnès, de Agnès Varda
  • Melhor Estréia: Há Tanto Tempo que Te Amo, de Philippe Claudel
  • Homenageado da Noite: Dustin Hoffman

Redação

O Cenas de Cinema é um veículo informal e divertido que tem como principal objetivo divulgar a sétima arte, com críticas, notícias, listas e matérias especiais

Um Comentário

  1. Olá, gente!

    Kau – Estava indicada sim. Ela, Tilda Swinton (Julia), Sylvie Testud (Sagan), Catherine Frot (Le crime est notre affaire) e Yolande Moreau. Todo mundo está falando muito bem do trabalho dela como a pintora Séraphine. Você já viu o filme?

    Ibertson – Um Conto de Natal já estreiou por aqui, os outros dois não têm previsão ainda. Em breve devem estar nas locadoras.
    Mas você sabia que Valsa com Bashir ganhou de Na Natureza Selvagem?

    Cine Resenhas – Eu sempre dou uma olhada nos resultados…

    Vinícius – É verdade. O roteiro adaptado ficou com Entre les Murs. A notícia disponibilizada pela agência não tinha todos os prêmios… :(
    Vou citá-los aqui:

    Roteiro Adaptado – Entre as Paredes da Escola.
    Cenografia – Séraphine
    Som – Mesrine

    Beijocas a todos!

  2. Fiquei surpreso com algumas derrotas, como da Kristin Scott Thomas em melhor atriz e do próprio “The Class” nas categorias principais – parece que venceu roteiro adaptado, mas não está aí na lista. Abraço!

  3. “Melhor Atriz Coadjuvante: Esla Zylberstein, por Há Tanto Tempo que Te Amo”

    “Melhor Estréia: Há Tanto Tempo que Te Amo, de Philippe Claudel”

    Olha, eu nunca liguei para o evento, mas este anos eles capricharam com esses dois vencedores. Mas fico parcialmente com o Kau: cadê Kristin Scott Thomas?

  4. Gostaria de assistir “Há tanto tempo que eu te amo” e “Um Conto de Natal”.
    Valsa com Bashir já vi. Excelente.

  5. Ciça, me diz que a Kristin Scott Thomas não estava indicada… se estivesse, não tinha como perder!!!

    E não vi muita coisa na atuação de Elsa Zylberstein.

    Beijos!

Botão Voltar ao topo
Fechar