Crítica | FestivalCrítica | Outras metragensFestival de Brasília

Raul de Xangô

(Raul de Xangô, BRA, 2008)

Documentário

Direção: Érico Cazarré, Henrique Siqueira, Marieta Cazarré

Elenco: Raul de Xangô

Roteiro: Marieta Cazarré

Duração: 17 min.

Minha nota: 5/10

Falar de religião e crenças é sempre uma coisa bem arriscada de se fazer. Além de dividir as opiniões, tem sempre que ser abordado com muito cuidado para não parecer parcial.

Com depoimentos do pai-de-santo e algumas gravações das sessões conhecemos toda sua relação eclética com o mundo espiritual.

Mas o problema do documentário, longe de ser religioso, é sua estrutura e a opção visual escolhida.

A câmera nervosa e as muitas seqüências borradas ou embaçadas acabam cansando o espectador. Um universo muito particular também é mostrado sem muitas apresentações e algumas passagens podem passar batidas por não serem claras.

Poderia ser melhor do que é se a edição fosse mais exigente e se o roteiro fosse mais explicativo em alguns pontos.

Um Grande Momento

Depois dos créditos finais.


Prêmios e indicações
(as categorias premiadas estão em negrito)

Festival de Brasília: Curta 16mm

Links

Site do Festival de Brasília

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.
Botão Voltar ao topo