Crítica | FestivalMostra SPnotas

Reus

(Reus, URU/BRA, 2011)

Ação
Direção: Eduardo Piñero, Alejandro Pi, Pablo Fernández
Elenco: Camilo Parodi, Micaela Gatti, Alberto Acosta, Walter Echandy, Gabriel Villanueva
Roteiro: Eduardo Piñero, Alejandro Pi, Pablo Fernández
Duração: 90 min.
Nota: 5 ★★★★★☆☆☆☆☆

Espalhado pela vizinhança, o crack abala as estruturas de Reus, bairro de Montevidéu dominado pela violência. O local é comandado por Tano, um marginal recém-saído da prisão, que antes prestava “serviços de segurança” aos comerciantes locais e agora está em guerra com eles.

Apesar de uma estrutura regular, o filme se perde em alguns equívocos normais de thrillers. Clichês desnecessários do gênero policial, como o exagero de elementos externos que exporiam a personalidade do protagonista Tano, sobram na primeira parte do filme. Os diálogos exagerados e cheio de frases feitas também incomodam, assim como algumas atuações, mas a ideia de explorar uma outra forma de devastação do crack tem seus méritos.

Um Grande Momento

Grande, grande, não tem nenhum não.

Links

IMDb Site Oficial [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=iXe3CGnNF3E[/youtube]

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.
Botão Voltar ao topo