Série em Cenas

Scorpion

(Scorpion, EUA, 2014-2018)
Drama e Ação
Criador: Nick Santora
Temporada: 1-4
Elenco: Elyes Gabel, Katharine McPhee, Eddie Kaye Thomas, Jadyn Wong, Ari Stidham, Robert Patrick Robert Patrick, Riley B. Smith.
Duração média: 40 min.
Canal CBS
Onde ver: Netflix

Muitas vezes os vistos como desajustados podem ser apenas gênios mal compreendidos (ou com pouca paciência para os pobres de QI dentro da faixa normal) e muitas vezes são excluídos (quase banidos). É assim que são os jovens da série Scorpion, que tem um time criado para combater ameaças digitais.

Cada episódio é apresentado um caso diferente e a criatividade só aumenta ao longo das temporadas. Parte da graça é, junto com os protagonistas, descobrir como resolver a situação e salvar a todos de um problema (que em geral) tem dimensões catastróficas, como um vírus ou um homem-bomba.

Scorpion, seriado da Globoplay

Walter O’Brien (Elyes Gabel) é o líder da equipe: o mais inteligente, o mais insensível, o que tem mais dificuldade de se enturmar por aí, e o mais suscetível a todas as coisas que acontecem de pano de fundo. Rapidamente dá para se apegar a ele e entendê-lo, aprender a lidar com seu jeitão, porque ele não é um babaca, só um rapaz que quer resolver algo rápido.

A equipe ainda é composta por Happy (Jadyn Wong), uma especialista em mecânica: Sylvester (Ari Stidham), um super matemático/estatístico: Dr. Tobias (Eddie Kaye Thomas), um médico de Harvard especialista em comportamento, e Paige (Katharine McPhee), meio que a intérprete dos gênios para com o resto do mundo.

Seriado Scorpion

O trabalho apresentado no time Scorpion não apenas dá uma oportunidade para estas incríveis pessoas, mas também as tiram de um movimento que simplesmente é voltado à tentativa de normalizar e disciplinar, e dá vazão à energia e ao talento para que possam ser usados para algo produtivo para todos. E sério, quem sai ganhando mais nisso?

E afinal, o que seria um desajustado? Ou um gênio? Ou um maluco? Ou um normal? A verdade é que parece que muitas vezes qualquer intervenção parece ganhar corpo social e se tornar responsabilidade compartilhada (ao menos de julgamento ou pior, de asilo). Sendo assim, tudo que aos olhos condicionados ao padronizado soa diferente se torna anormal demais, o que legitima qualquer distinção, não é mesmo?

Seriado da Globoplay Scorpio

Scorpion é uma série para ver sem muito compromisso, curtindo aventuras, não botando fé no tipo de crime que tentam fazer contra o povo dos EUA (ou que eles acham na paranoia), tentando adivinhar como vai ser desvendado ou resolvido o problema, além de ter um novo olhar sobre o outro com um tipo de empatia diferente.

Melhor Episódio:
Não é série para estas coisas

Ver Scorpion no Globoplay

Série em Cenas

Soraya Lopes

Gerente de projeto, comunicadora e buscadora constante de um descanso para a cabeça é viciada em séries e qualquer bobagem de tv que envolva comida, decoração ou sobrevivência e não tem escrúpulos de se emocionar com estas coisas. Se empenha em estudar filosofia, sociologia, psicologia e outros temas que possibilitem entender cada vez mais as pessoas.
Botão Voltar ao topo
Fechar