Top, top, top uh!

15 filmes de Natal

E mais uma vez chegamos ao final do ano e, querendo ou não, acabamos envolvidos com o Natal de alguma maneira. São luzes em toda a cidade, Papais Noéis em vários lugares, músicas natalinas nos supermercados, shoppings cheios de gente fazendo compras, muitos amigos-ocultos e filmes sobre o tema na TV aberta, nos canais pagos e até nos cinemas.

Enquanto nas tvs abertas pipocam filmes com o bom velhinho e nos canais pagos várias são as seleções de combos natalinos, nos cinemas, a bola da vez é o novo filme de Reese Whiterspoon e Vince Vaughn, Supresas do Amor. A história é a de um casal que tem que se desdobrar para conseguir visitar as quatro casas (os pais são separados) na época do Natal.

Com tantos motivos e mais o pedido de uma pessoa especial (Débora, é você) resolvemos fazer uma listinha com 15 produções natalinas que tivemos o prazer ou o desgosto de assistir.

São 7 bons filmes, 7 ruins e um que agrada a uma grande parte das pessoas, mas desagrada na mesma medida.

Bons filmes de Natal

Feliz Natal (Joyeux Noël)
joyeux-noel

Não confundir com o também excelente Feliz Natal de Selton Mello, que só não está aqui por ser duro demais para as festividades. Joyeux Noël conta a história real de uma trégua na Primeira Guerra Mundial. Na noite de Natal, alemães, franceses e escoceses deixaram a guerra de lado para se confraternizar.

Simplesmente Amor (Love Actually)
love-actually

Várias histórias de amor se desenvolvem até a chegada do Natal. Amores impossíveis, infantis, internacionais, fraternos e profissionais desfilam na tela e trazem junto a emoção, a dor, a alegria e o sofrimento causados por este sentimento em festas de fim de ano da escola, em confraternizações do trabalho e até em restaurantes.

A Felicidade Não se Compra (It’s a Wonderful Life)
felicidade-nao-se-compra

Um homem bom, muito bom, é casado com uma bela mulher, tem uma linda família e ajuda a todos sempre que pode, mas uma desilusão faz com que ele deseje morrer. Um anjo é encarregado de mostrar como a cidade seria sem ele. Se ele se convencer de seu valor, o suicídio é desfeito e o anjo ganha as suas asas. O filme foi baseado em um conto de Phillip Van Doren, escrito em um cartão de natal e é um dos mais reprisados no final do ano.

Um Natal Muito Louco (Christmas with the Kranks)
um-natal-muito-louco

Comédias bobas também estão sempre presente nas festividades de fim de ano. Neste filme o casal Krank, ao saber que sua filha não virá passar a noite de festa com a família, resolve que não comemorará a data. Só que com isso acabam causando uma bela confusão com a vizinhança. Tim Allen, protagonista deste filme, também sempre dá o ar da graça no final do ano com o cheio de seqüências Meu Papai É Noel.

O Milagre na Rua 34 ou De Ilusão Também se Vive (Miracle on 34th Street)
miragre-rua-34

Com dois nomes diferentes no Brasil o filme conta a história de um senhor, barrigudo e de barbas e cabelos brancos que é contratado para fazer as vezes de Papai Noel na loja de departamento Macy’s. Quando tenta convencer a todos que é de fato o bom velhinho é tratado como louco. O filme foi refilmado em 1994.

O Expresso Polar (The Polar Express)
expresso-polar

Esse é daquelas animações que deixam as crianças com os olhos brilhando. Cheio de muitas caras de Tom Hanks, o filme conta a história de um menino que não acredita mais em Papai Noel. Ele acorda no meio da noite com o barulho de um trem e, depois de embarcar, faz uma viagem que mudará seu conceito sobre a festividade.

O Estranho Mundo de Jack (The Nightmare Before Christmas)
estranho-mundo-de-jack

Esta outra animação tem os toques sombrios já conhecidos de Tim Burton e mistura mais de um feriado. No caso, o rei do Halloween, cansado de sua própria data e disposto a inovar, resolve tomar conta do Natal. O primeiro passo de seu plano é sequestrar o Papai Noel e ocupar seu lugar. Além dos efeitos de primeira, o filme ainda tem uma boa trilha sonora assinada por Danny Elfman.

Um bom filme natalino que, definitivamente, não agrada todo mundo.

O Grinch (How the Grinch Stole Christmas)
o-grinch

Baseado em um conto de Dr. Seuss, o filme conta a história do Grinch, uma criatura verde e mesquinha que odeia o espírito de Natal. Ele pretende estragar a festa dos moradores de Quemlândia roubando presentes e enfeites com a ajuda de seu cãozinho Max. Ao mesmo tempo, a pequena Cindy Lou Quem, moradora do lugar, observa as pessoas pensando apenas em compras, presentes e enfeites e quer saber o significado do Natal. Os caminhos de Cindy Lou e do Grinch se cruzarão e, juntos, conhecerão o verdadeiro espírito natalino.

Filmes de Natal que não precisavam existir ou, pelo menos, podiam parar de passar

Pode me Chamar de Noel (Call Me Claus)
pode-me-chamar-noel

Que a Whoopie Goldberg gosta de se transformar em outras pessoas já aprendemos em Ghost – Do Outro Lado da Vida, mas ninguém precisa de um título desses em sua filmografia. Uma produtora de televisão contrata um ator para ser o Papai Noel de um programa de televendas. Acontece que ele é o verdadeiro Santa, está se aposentando depois de 200 anos de trabalho duro e precisa achar um substituto.

Esqueceram de Mim (Home Alone)
esqueceram-de-mim

Esse filme é daqueles que a gente não sabe se é ruim desde sempre, se ficou ruim depois de ser repetido mais de sei lá quantas vezes nas festas, no dia das crianças, em julho e em dezembro e mais umas sete vezes na programação normal da televisão, ou se o problema foi causado pelas desastrosas sequências. A família esquece o filho em casa ao viajar para Paris para comemorar o Natal e ele tem que se livrar de dois ladrões que querem entrar em sua casa. Três filmes no cinema e um na televisão.

Meu Papai É Noel (The Santa Clause)
meu-papai-e-noel

Mais um exemplar que foi completamente destruído por suas seqüências e a insistência em reprisá-lo sempre. Um pai desquitado e ausente se transforma no novo Papai Noel e tem que deixar de lado sua antiga vida e cumprir a condição primeira de todo bom velhinho: fazer as crianças felizes. O primeiro filme nem é tão ruim, o problema maior dele é que deu origem a dois filmes completamente desnecessários.

Natal Sagrento (Silent Night, Deadly Night)
natal-sangrento

Não existiam desculpas que deixavam de ser utilizadas pela poderosa indústria do terror slasher na década de 80. Seguindo os passos do bom e velho Jason, um jovem traumatizado com papais noéis é contratado por uma loja e tem que se vestir com a famosa roupa vermelha. Em crise, ele sai matando o maior número possível de pessoas. O filme causou indignação na época e apavorou várias crianças com o seu teaser, mas é muito mal feito. Uma refilmagem foi finalizada este ano.

O Natal Maluco de Ernest (Ernest Saves Christmas)
o-natal-maluco-do-ernest

Difícil acreditar que alguma coisa feita por este senhor Ernest tenha realmente valor. Só as caras e bocas dele já são o suficiente para irritar, mas faziam um sucesso enorme e divertiram milhares de pessoas. Neste filme, o Papai Noel, já meio esquecido, também quer se aposentar, mas o seu substituto não aceita o cargo e acaba sobrando para Ernest, um taxista palhaço.

Herói por Engano (Santa with Muscles)
hreoi-por-engano

No melhor estilo: “meu Deus do céu, o que é isso?”, o filme conta uma inacreditável história de um homem muito malvado, vivido por Hulk Hogan, que não sente pena de seus conterrâneos nem mesmo na época do Natal. Depois de perder a memória em um acidente, porém, ele acha que é o único que pode salvar a cidade de um oponente terrível.

Férias Frustradas de Natal (National Lampoon’s Christmas Vacation)
ferias-frustradas

A família Griswold é mais uma daquelas que cansaram a audiência pela insistência. Com cinco filmes na “série”, um deles foi destinado exclusivamente ao Natal, é claro. As mesmas situações e mais algumas bem absurdas acontecem quando eles tentam ser a família responsável pela melhor decoração. Até provoca risadas, mas não precisava.

E estes foram os filmes natalinos que estiveram e ainda estarão presentes em muitos Natais. E não tem muito jeito de fugir deles, uma hora ou outra a gente acaba esbarrando.

Brincadeiras à parte, o Cenas de Cinema deseja um Feliz Natal a todos os leitores!

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.

41 Comentários

  1. Eu acredito que um filme que faltou na lista acima, foi “O melhor amigo do Papai Noel”, é maravilhoso, e vale a pena assistir.

  2. filmes bons so falta incluir ai as novas aventuras de riquinho

  3. De toda a lista só vale mesmo A Felicidade não se compra com James Stwart, concordo com o que foi falado sobre os outros filme, também ví O Milagre nos mesmos termos. Agora um filme bonito para assistir nesta época de Natal, com Chocolate quente é um filme chamado A Luz da Cidade com participação muito especial de Peter O’Toole, que fala de esperança. Um dos atores principais é um dos “meninos” do seriado Sobrenatural. Assistam. Vale à pena. Outro filme bonito de Natal: A Nota. São filmes bobos tipo sessão da tarde. Filmes antigos que falavam sobre família, outros que mostravam a magia de Natal (agora desaparecida dos Filmes) e que nem passa mais, nem no corujão; são os que mais valem à pena ver novamente e são os mais difíceis de achar. ´uma pena!! De qualquer maneira Feliz Natal à Todos.

  4. o grinch e pode me chamar de noel são dois filmes de natal muito bons para mim

  5. o filme esqueceram de mim é um dos melhores ,por muitas vezes passou na tv. mais insatisfeito pois eu queria ficar vendo por mes, fui la e comprei o box completo.

  6. O Estranho Mundo de Jack (The Nightmare Before Christmas)
    O Expresso Polar
    tbm tem o ‘ Os Fantasmas de Scrooge’
    podiam fazer mais filmes de animação pro natal.. tem mais graça aassistir,do que filmes babacas com atores palhaços. Pelomenos com as animações se pode viajar mais longe,o natal é uma data muito especial,tem filmes muito bons desses de animações. Pena que são poucos.

  7. Olá Cecília. A Felicidade não se compra não é só um clássico natalino, mas também é uma obra-prima que deu origem a muitos bons filmes que se passam na época do Natal. Assiste outro dia e apesar de ter sido realizado há muito tempo continua sendo um filme engraçado e, até mesmo muito comovente, em parte devido a excepcional de James Stuart, que consegue dar vida ao seu personagem. Um filme que, independente a época do ano, merece ser visto.

  8. O filme que mais gosto, em todas as categorias, é “Um homem de família”, com o Nicholas Cage.
    Ele sempre passa em mil canais na época do natal.
    Acho super estranho, pois apesar de usarem o Natal como um gatilho para a estória, não acho que a mensagem do filme seja de natal.
    De qualquer forma, fica mais uma segestão se desejares aumentar esta lista.

  9. Alfredo e Cecília.
    Hoje por curiosidade tentei ver se achava algo sobre o Filme ¨Tortura da Carne¨. Vi que o filme está desaparecido. Mas razão da curiosidade é que meu pai (1901-1969) falava muito desse filme e que no final tinha umas cenas de natal, parece que muito comoventes.
    Acho que o nome lançado no Brasil é realente ¨Tortura da Carne ¨ e não ¨Tentação da Carne¨¨pois era esse o nome que meu pai relatava.

    Um abraço.

    Paulo

  10. Excelente lista cecilia…..Desses que você listou eu tenho o DVD original do filme A FELICIDADE NÃO SE COMPRA e semana passada eu assisti com a minha esposa; filme excelente e digo de reprise várias vezes. Conheço um musical que deveria constar na sua lista que é o ADORÁVEL AVARENTO (Scrooge) que é sem sombra de dúvidas maravilhoso também…..mas é muito raro e quase ninguém o possui.

  11. Parabéns pela lista!!! Os meus preferidos são O Grinch e O Expresso Polar.
    Abraço.

  12. Bom dia, achei interessante e boa a sua lista. Porém eu estou procurando um filme que pela ocasião do Natal passa na TV. Não sei o nome dele, mas lembro-me sobre parte do enrredo: Uma senhora muito rica, nesta ocasião ela no final da tarde ela sumia por completo, secretamente ela se despia de suas ricas vestes, e passava a vestir como pessoas simples, e saia de sua mansão empurrando um carrinho que ela enchia de lanches e saia pela periferia distribuindo aos moradores de rua. Um dia ela foi descoberta por uma das crianças de famílias que ela ajudave a cuidar com provisões. Eu gostaria de saber se voce sabe sobre este filme, porconseguinte o seu nome. Gostaria muito rever este filme. De qualquer modo, lhe agradeço. Bom trablho o seu de postar textos como este para o alcance dos buscam.
    Bom Natal , Bom ano novo.

  13. por favor nao deixem de ver o expresso polar é um filme proprio para o natal e o resto do ano

  14. nossa vi todos menos um da lista e já estou ansiosa pra que nesse natal seja tão dislumbrante como os outros! Muito obrigado mesmo

  15. Olá,acho q o expresso polar encanta todas as crianças,sou apaixonada até hoje pelo “GRINCH”,tive um filho e o acho a cara das criancinhas da cidade, rsrsrsrsrs.
    Mas tbm recomendo um filme q ví pela primeira vez esse ano,não me recordo bem o nome,mas acho
    q é “A MELHOR ÉPOCA DO ANO”,muito bom,vale a pena !

Botão Voltar ao topo