Crítica | StreamingMostra SP

A Parte dos Anjos

(The Angel's Share, GBR, FRA, BEL, ITA, 2012)
Nota  
  • Gênero: Comédia
  • Direção: Ken Loach
  • Roteiro: Paul Laverty
  • Elenco: Paul Brannigan, John Henshaw, Gary Maitland, Jasmin Riggins, William Ruane, Roger Allam, Siobhan Reilly, Chooye Bay, Paul Birchard, James Casey
  • Duração: 101 minutos

Ken Loach é conhecido por seus dramas politizados, repletos de críticas sociais e personagens sem perspectiva de futuro. Justamente por isso seu mais recente filme, A Parte dos Anjos, surpreende logo de cara: trata-se de uma comédia altamente otimista.

Apesar disso, o filme, que foi o vencedor do Prêmio do Júri no Festival de Cannes, não abandona o lado crítico de Loach, abordando questões como delinquência juvenil e a enorme dificuldade dos jovens para conseguir um emprego na Inglaterra. Para tornar o filme mais realista, o diretor optou por trabalhar com jovens escoceses problemáticos e sem qualquer experiência anterior no cinema.

O protagonista Paul Bragman, que fez parte de gangues e foi preso por tentativa de assassinato, é um exemplo. Ele interpreta Robbie, um rapaz de Glasgow perseguido por seu passado delinquente. Prestes a ser pai, Robbie é condenado a prestar serviços comunitários, onde conhece os amigos Rhino, Albert e Mo, além de Henri, educador e mentor do grupo, que inicia Robbie no mundo da degustação e da arte do uísque. Porém o enorme talento que o jovem demonstra ter como provador da bebida pode levá-lo novamente ao caminho do delito.

Apoie o Cenas
A Parte dos Anjos

Se as belas paisagens da Escócia e a temática do uísque, produto tão associado ao estereótipo daquele país, conferem um certo charme a A Parte dos Anjos, o mesmo não se pode dizer de outros elementos importantes para a história a ser contada. O roteiro de Paul Laverty, colaborador de Loach em tantos filmes, chega a ser inconsistente em alguns momentos, com soluções fáceis, diálogos simplistas e situações mal amarradas. Os personagens são unidimensionais, por vezes pouco críveis, e certamente a escolha do diretor pela utilização de atores amadores não ajuda nessa composição.

Ainda assim, A Parte dos Anjos é capaz de criar envolvimento com o espectador e funciona como entretenimento para um público mais amplo. Por outro lado, é provável que o mais novo trabalho de Ken Loach não agrade totalmente aos fãs da filmografia anterior do diretor.

Um Grande Momento
A destilaria

[36ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo]

Fernando Colella

Publicitário de formação e estudante de filosofia, Fernando é daqueles que não perdem uma oportunidade de ir ao cinema e adora comprar novos títulos para sua DVDteca. Ele gosta de clássicos, cinema europeu e títulos alternativos, mas não deixa de ver blockbusters, mesmo que eles sejam adaptações literárias infanto-juvenis de gosto duvidoso ou comédias românticas com atrizes canastronas.
Botão Voltar ao topo