Top, top, top uh!

Amores argentinos

Aproveitando o clima romântico de sexta-feira, nossa lista de hoje vai falar de amor, paixão, encontros e desencontros. Aquela coisa que fala todas as línguas e está em todos os lugares, inclusive aqui do ladinho. Com uma variada cinematografia, os argentinos produziram uma gama de comédias e dramas românticos para todos os gostos.

E teria muito mais coisa na lista se a gente tivesse considerado as produções mais antigas, mas optamos por ficar no século XXI, com algumas poucas exceções. Alguns dos filmes não tiveram muita circulação fora do país hermano, outros romperam barreiras e chegaram longe, trazendo até um Oscar para casa.

Então vamos aos amores argentinos!

2 mais 2 (2 + 2, 2012), de Diego Kaplan 

El amor – primera parte (2005), de Alejandro Fadel, Martín Mauregui, Santiago Mitre e Juan Schnitman

Amores argentinos: Um Amor Inesperado (2018)

Um Amor Inesperado (El amor menos pensado, 2018), de Juan Vera

Camila: O Símbolo de uma Mulher Apaixonada (Camila, 1984), de María Luisa Bemberg

Coração de Leão – O Amor Não Tem Tamanho (Corazón de León, 2013), de Marcos Carnevale

Amores Argentinos: O Crítico (2013)

O Crítico (El crítico, 2013), de Hernán Guerschuny

Dias de Vinil (Días de vinilo, 2012), de Gabriel Nesci

Amores Argentinos: Elsa e Fred: Um Amor de Paixão (2005)

Elsa e Fred: Um Amor de Paixão (Elsa y Fred, 2005), de Marcos Carnevale

Hawaii (2013), de Marco Berger

O Lado Escuro do Coração (El lado oscuro del corazón, 1992), de Eliseo Subiela

Amores Argentinos: Medianeras: Buenos Aires da Era do Amor Virtual (2011)

Medianeras: Buenos Aires da Era do Amor Virtual (Medianeras, 2011), de Gustavo Taretto

O Mesmo Amor, a Mesma Chuva (El mismo amor, la misma lluvia, 1999), de Juan José Campanella

Amores Argentinos: Meu Primeiro Casamento (2011)

Meu Primeiro Casamento (Mi primera boda, 2011), de Ariel Winograd

Amores argentinos: El misterio de la felicidad (2014)

El misterio de la felicidad (2014), de Daniel Burman

Música en espera (2009), de Hernán Goldfrid

Amores Argentinos: Um Namorado para Minha Esposa (2008)

Um Namorado para Minha Esposa (Un novio para mi mujer, 2008), de Juan Taratuto

Amores Argentinos: El niño pez (2009)

El niño pez (2009), de Lucía Puenzo

No te mueras sin decirme adónde vas (1995), de Eliseo Subiela

Amores Argentinos: O Passado (2007)

O Passado (El pasado, 2007), de Hector Babenco

Plano B (Plan B, 2009), de Marco Berger

Permitidos (2016), de Ariel Winograd

Amores Argentinos: La princesa de Francia (2014)

La princesa de Francia (2014), de Matías Piñeiro

¿Quién dice que es fácil? (2007), de Juan Taratuto

Roteiro de Casamento (Me casé con un boludo, 2016), de Juan Taratuto

Amores Argentinos: O Segredo dos Seus Olhos (2009)

O Segredo dos Seus Olhos (El secreto de sus ojos, 2009), de Juan José Campanella

Sem Filhos (Sin hijos, 2015), de Ariel Winograd

Seres queridos (2004), de Dominic Harari e Teresa Pelegri

Sexo fácil, películas tristes (2014), de Alejo Flah

Sueño Florianópolis (2018), de Ana Katz

Valentin (2002), de Alejandro Agresti

Redação

O Cenas de Cinema é um veículo informal e divertido que tem como principal objetivo divulgar a sétima arte, com críticas, notícias, listas e matérias especiais
Botão Voltar ao topo
Fechar