Crítica | Streaming

Branca de Neve – Depois do Casamento

(Blanche-Neige – la suite, GBR/BEL/FRA/POL, 2007)

Animação/Comédia
Direção: Picha
Roteiro: Picha, Tony Hendra
Duração: 82 min.
Nota: 5 ★★★★★☆☆☆☆☆

Quem escolhe assistir a um desenho animado do Picha, já deve estar preparado para o que vem pela frente. Depois de seu Tarzan, a Vergonha da Selva, ele chega com uma versão debochada da história de Branca de Neve, ou do que teria acontecido a ela depois do famoso “e foram felizes para sempre”.

O desenho mistura histórias como Branca de Neve, Cinderela e A Bela Adormecida e conta com a participação de outras personalidades dos contos de fada como os anões, o ogro malvado, o lobo mau, o caçador, a belae a fera, o Pequeno Polegar e por aí vai. Cheio de trocadilhos, piadas e com uma conotação fortemente sexual, conta como foram os dias após o casamento, a chegada do casal à cabana doada pelos anões à princesa; a paixão desvairada da fada-madrinha pelo príncipe e todos os seus planos para separar o casal; a festa da mimada e surtada Bela Adormecida; entre outros.

Os traços de Picha continuam os mesmos e o uso de cores fortes também. O roteiro, apesar de arrancar boas gargalhadas da platéia, tem alguns momentos repetitivos e bobos demais que deixam o resultado final mais cansativo do que engraçado. Talvez ficasse melhor como um curta.

Apesar de todos os problemas, é um bom programa para dias pesados, pois sempre é bom ver personagens que conhecemos tão bem sendo sacaneados em uma versão diferente de tudo que já vimos ou ouvimos. Claro, sem esperar nada demais.

Pessoas muito pudicas e sem nenhuma paciência com bobagens vão achar o desenho um absurdo. Totalmente inadequado para crianças.

Um Grande Momento

Meia-noite

Links
IMDb [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=CDPtrFkXBCM[/youtube]

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.

Um Comentário

  1. Olá pessoal!

    diariodamusica – Obrigada pelo elogio. O seu blog é bem divertido. Adorei a idéia!

    Marcel – Pois é. São trabalhos interessantes, mas não é nada que deva ser muito levado a sério não.

    Sérgio – Acabei esbarrando com a pré-estréia lá em São Paulo e resolvi conferir. Também fiquei curiosa, apesar de não superar minhas expectativas.

    Louis Vidovix – Como já disse, apesar de não ser bom, é curioso. Quem sabe um dia você não cruza com ele em um canal a cabo.

    Wally – Engraçado. Também saí do cinema com vontade de ver o original. Hehehe.

    Ibertson – Olha, é bem mais sacana do que South Park. Beeem mais!

    Beijocas a todos!

  2. Nunca tinha ouvido falar desse filme.
    Mas a premissa é interessante. Gosto dessas animações sacanas, tipo South Park e Team America hehehe.

  3. Nunca tinha ouvido falar nessa animação…e talvez por um bom motivo. Rsrsrsrs. Me deu uma vontade de ver o original…

    Ciao!

  4. Cecilia, já tinha ouvido falar desse filme e sinceramente, é um dos que vou deixar passar rsrs… Ainda mais depois da sua cotação nada favorável.

  5. Nunca tinha ouvido falar deste filme em animação… quem sabe em breve eu confira apesar da sua cotação..

    vlws

  6. não sabia dessa animação, nem da do Tarzan, fiquei curioso apesar da nota. =P

  7. oi cecilia, obrigada pela visita e pelo comentário. e também adorei seu blog (juro que não é pra “fazer média”, tá muito legal mesmo!)
    bjs

Botão Voltar ao topo