Crítica | Streaming

Corpo

Visto no Cinema(Corpo, BRA, 2007)

Drama

Direção: Rossana Foglia, Rubens Rewald

Apoie o Cenas

Elenco: Leonardo Medeiros, Chris Couto, Rejane Arruda, Regiane Alves, Louise Cardoso

Roteiro: Rossana Foglia, Rubens Rewald

Duração: 90 min.

Minha nota: 5/10

Na minha última viagem a Sampa, que por acaso ainda não acabou, tive como companheira a minha filha. Ela, além de adorar a cidade, aproveitou para conhecer o cinema mais perto do lugar que estávamos.

O primeiro título escolhido por nós duas foi Corpo. Uma produção brasileira que, apesar de não ter a melhor sinopse do mundo, acabou nos chamando atenção. O filme conta a história de um médico legista que, fascinado por corpos, acaba encontrando um corpo de mais de 30 anos que não apresentava sinais de decomposição.

A busca pela história do corpo é o enredo do filme. Para chegar àquela identidade, ele procura por pistas em vários lugares, inclusive nos velhos arquivos da ditadura militar. É assim que conhece Fernanda, uma jovem idêntica ao corpo intacto.

Apesar de alguns deslizes de ritmo e algumas viagens nada a ver, o tema do filme é bem interessante e a dúvida da platéia vai sempre em um crescente. É justamente depois de ter o público na mão que o filme vacila. Ele não sabe como terminar tudo aquilo que propôs até aí e não consegue fazer jus à tensão criada.

O roteiro não consegue se socorrer nas atuações, mas tem Leonardo Medeiros, que acho perfeito para papéis comedidos como o do médico legista Artur. O resto do elenco não é bom, nem ruim. Simplesmente segue o ritmo sem comprometer o resultado.

Uma outra coisa que pode incomodar é a mesma velha história da ditadura militar, um dos temas mais filmados e refilmados do cinema nacional e que, em meio a tantas outras produções melhores, parece um pouco mais forçado do que precisava ser.

Mas, apesar dos pesares, foi uma boa tentativa e talvez filmes melhores da dupla de diretores/roteiristas estejam a caminho. O corpo eles souberam montar direitinho, só erraram a mão na hora da dissecação do cadáver.

Não é fundamental, mas não é tão fraco que mereça ser desprezado. Uma boa pedida para aqueles que não perdem títulos nacionais e para os dias em que não existem mais novidades para conferir.

Um Grande Momento

Fernanda vai embora do restaurante.



Prêmios e indicações
(as categorias premiadas estão em negrito)

Festival Internacional de São Paulo: Prêmio Internacional do Júri

Method Fest: Filme Estrangeiro

Links

Site Oficial

Imdb

 

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.
5 Comentários
Inline Feedbacks
Ver comentário
Cecilia Barroso
Cecilia Barroso
15/08/2008 04:05

Oi gente!!!

Hugo – Eu confesso que Não Por Acaso me fez gostar mesmo de Leonardo Medeiros. O filme é muito interessante mesmo, mas não tão bem aproveitado.

Mirian – Acho que é normal termos esse receio das produções nacionais, mas as coisas estão bem diferentes hoje em dia. É muito mais fácil conferirmos títulos de qualidade. Os fracos acabam sendo poucos.

Wally – A divulgação foi bem fraca mesmo. Talvez pelo resultado final, sei lá.

Louis Vidovix – É passável mesmo…

Beijocas a todos

Louis Vidovix
Louis Vidovix
30/07/2008 21:03

Cecilia, esse eu ainda não vi e pretendo passar adiante!

Abraço!

Wally
Wally
30/07/2008 12:04

Não ouvi falar muito dele e sua crítica me deixou ainda menos intrigado…

Ciao!

Miriam
Miriam
30/07/2008 03:25

Não assisti ainda, mas quando se trata de filmes nacionais fico um pouco receosa.
Beijos

Hugo
Hugo
30/07/2008 02:24

Este filme ainda não assisti, mas parece interessante. O ator Leonadro Medeiros esteve muito bem no bom filme “Não Por Acaso”.

Bjos

Botão Voltar ao topo