estante

Harry & Sally – Feitos um para o Outro

(When Harry Met Sally…, EUA, 1989)

Comédia
Direção: Rob Reiner
Elenco: Billy Crystal, Meg Ryan, Carrie Fisher, Bruno Kirby, Steven Ford, Lisa Jane Persky
Roteiro: Nora Ephron
Duração: 96 min.
Nota: 7 ★★★★★★★☆☆☆

Histórias cotidianas de amor eram a especialidade da roterista Nora Ephron ([email protected] para Você). Com um roteiro mais baseado nos diálogos travados entre seus dois personagens principais, Harry & Sally – Feitos um Para o Outro é um de seus melhores, bem compreendido e filmado por Rob Reiner (Conta Comigo), conhecido pelo modo com que conduz seus atores.

Harry e Sally são duas pessoas cheias de si, mas com maneiras completamente diferentes de encarar a vida. Ele é machista e acha que o mundo inteiro dobra-se perante o seu charme e jeito despojado de levar a vida, querendo estar com o máximo de mulheres que conseguir. Ela é feminista e acredita que o amor não é algo tão indispensável assim, embora queira dividir a vida com alguém.

Em seu primeiro encontro, uma carona para a faculdade em outra cidade, e nos muitos outros que acontecem pela vida, longos embates acontecem através de suas conversas, onde muitas posições são firmadas. As mesmas posições que vão se relativizando, assim como as posturas, com o passar do tempo e novas experiências de vida.

É baseado no amadurecimento dessas duas pessoas, que o filme ganha o seu significado e consegue se distanciar de tantas outras comédias românticas produzidas pelo cinema de Hollywood.

O casal central é vivido por Billy Crystal (Esqueça Paris) e Meg Ryan (Sintonia de Amor). Além da química entre os dois, ambos estão muito à vontade e se saem muito bem com o humor ocasional do roteiro, criando cenas e diálogos inesquecíveis, como a cena na lanchonete ou a conversa final na noite de réveillon.

Os amigos próximos, figuras sempre presentes e de destaque em filmes do gênero, são vividos por Bruno Kirby (Donnie Brasco) e Carrie Fisher (Guerra nas Estrelas) que, embora sem fazer um trabalho tão brilhante, não comprometem o resultado final.

Outro destaque em Harry e Sally – Feitos Um Para o Outro é a trilha sonora, cheia de músicas deliciosas como “Our Love Is Here To Stay”, “Don’t Get Around Much Anymore” e “But Not For Me”, todas interpretadas por Harry Connick Jr. Além de clássicos como “Let’s Call The Whole Thing Off”, interpretado por Louis Armstrong e Ella Fitzgerald; “Have Yourself A Merry Little Christmas”, por Bing Crosby, e “It Had To Be You”, por Frank Sinatra.

Uma delicinha!

Um Grande Momento:
Mulheres fingem orgasmo.

Harry-e-sally-feitos-um-para-o-outro_poster

Links

IMDb [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=rBkeEWdOgc8[/youtube]

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.
Botão Voltar ao topo
Fechar