Série em Cenas

Lúcifer

(Lucifer, EUA, 2016-)
Comédia
Criador: Tom Kapinos
Temporada: 6-
Elenco: Tom Ellis, Lauren German, Kevin Alejandro, Lesley-Ann Brandt, Scarlett Estevez, Rachael Harris, D.B. Woodside, Aimee Garcia
Duração média: 40 min.
Canal Netflix
Onde ver: Netflix

Justo, sensível e impiedoso é o filho enviado ao inferno condenado a promover as penas eternas daqueles que padecem de suas auto-culpas. Lúcifer, da Netflix, é um fenômeno que vai além do corpinho lindo do protagonista e do dia a dia da policial que tem um crime abordado a cada episódio, trata-se de uma releitura inteligente e belo senso de humor de contos bíblicos, uma comédia divina que ousa a se opor à tragédia.

Com personagens carismáticos e de fácil apego, que vão de anjos a demônios, policiais a psicóloga que atende todo mundo e é amigona, e com muitos romances proibidos, fetiches, bebidas, drogas, crimes a serem solucionados e, principalmente, tretas divinas que não param de acontecer, a série ganha qualquer coração que busca esperança neste vale de almas questionáveis. Lugar este que o diabo em pessoa escolheu viver para tirar férias do inferno que andava muito chato e se apaixonou pela vida nesse mundão de pecados deliciosos.

Lúcifer

Lúcifer (Tom Ellis) vê uma oportunidade em resolver seus conflitos internos e praticar sua melhor talento que é punir os piores pecadores trabalhando como consultor para a polícia de homicídios de Los Angeles, onde conhece a detetive Chloe (Lauren German), uma jovem ex-atriz que decidiu deixar a carreira artística para seguir os passos do pai e lutar contra o crime, por quem acaba se apaixonando. 

˜DEIXAI TODA ESPERANÇA, Ó VÓS QUE ENTRAIS˜, dizia a placa na porta do inferno poetizado por Dante, autor da Divina Comédia, mas uma vez curtindo festas, ficando apaixonado, fazendo amigos e salvando vidas, o diabo deixa seu lado otimista e generoso em evidência, e somado à sua sinceridade e literalidade extrema (lindamente cômica), bem como, seu requinte e sabedoria (ele mandando um Sinatra na piano…), fica difícil não se apaixonar por este ser maldito.

Tom Ellis em Lúcifer

A sua nova casa fica numa cobertura acima de sua boate onde acontece várias das peripécias da trama, já a sua antiga, é o nono círculo do inferno onde com ele ficam os condenados que tanto Dante, como o próprio personagem da série  consideram o pior pecado: a traição, ou seja, aqueles que enganaram os que os amavam e confiavam. Seu maior rancor é com seu pai que o traiu e o abandonou no inferno, e a cada episódio existe um conflito a ser superado (de maneira bem atrapalhada) sobre a questão.

Uma comédia charmosa, inusitada, irreverente e muito ousada que consegue tirar risos e  lágrimas, conforme vai se envolvendo com os personagens ao longo de suas temporadas. Daquelas séries que curam, acalmam, aliviam e temperam para guardar no coração, ver e rever, sem apelos, salvo o magnetismo tentador deste anjo exilado.

O melhor episódio
T03E24 – Sou um diabo de palavra

Ver Lúcifer na Netflix

Série em Cenas

Soraya Lopes

Gerente de projeto, comunicadora e buscadora constante de um descanso para a cabeça é viciada em séries e qualquer bobagem de tv que envolva comida, decoração ou sobrevivência e não tem escrúpulos de se emocionar com estas coisas. Se empenha em estudar filosofia, sociologia, psicologia e outros temas que possibilitem entender cada vez mais as pessoas.
Botão Voltar ao topo