Crítica | Streaming

Surpresas do Amor

(Four Christmases, EUA/ALE, 2008)

Comédia

Direção: Seth Gordon

Apoie o Cenas

Elenco: Vince Vaughn, Reese Whiterspoon, Robert Duvall, Sissy Spacek, Jon Voight, Jon Favreau, Mary Steenburgen, Dwight Yoakam, Tim McGraw

Roteiro: Matt Allen, Caleb Wilson, Jon Lucas, Scott Moore

Duração: 88 min.

Minha nota: 3/10

Ir ao cinema em pleno mês de janeiro para assistir a um filme de natal já não é uma das coisas mais indicadas a se fazer, mas falar sobre um casal que têm que se desdobrar em vários para visitar todas as casas de pais e mães separados no dia do natal acabou sendo tão familiar para mim que resolvi conferir logo.

Péssima decisão. A via crucis do casal é apenas um detalhe e não consegue nem mesmo justificar os 88 torturantes minutos passados diante da tela.

O casal Reese Whiterspoon (Johnny & June) e Vince Vaughn (Penetras Bom de Bico) não convence e nem funciona. Ele faz aquela graça sem graça de sempre e ela tenta entrar na brincadeira, mas mantém em todos os momentos aquela aura de “o que é que eu estou fazendo aqui?”.

Os outros grandes nomes do elenco também não contribuem muito e, a cada cena que passa, parecem ter cada vez mais vontade de abandonar os sets de filmagem.

As piadas são fracas e de gosto duvidoso e, fora algumas duas ou três frases interessantes, não conseguem atender ao principal objetivo do público presente: rir!

Além de tudo, e para piorar, o filme é daqueles que tenta de qualquer maneira enfiar uma liçãozinha de moral goela abaixo de quem o assiste. Ah, e também é machista. Ou seja, é completamente dispensável.

Economize o seu dinheiro e deixe para passar pela sessão tortura somente no final do ano, na televisão aberta.

Um Médio Momento

Comparando a infância com um filme famoso.

Links

Site Oficial

Imdb

 

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.
10 Comentários
Inline Feedbacks
Ver comentário
Cecilia Barroso
Cecilia Barroso
06/02/2009 22:38

Oieeee!!!

Anderson – Eu não odeio nenhum dos dois, mas passar longe é uma idéia excelente!

Hugo – Eu diria que é pior!

Marcio – Eu também já vi filmes piores, mas este não serviu para nada mesmo, né? E o título é péssimo mesmo!

Bruna – Concordo com você. Também senti essa pontinha de “meu Deus, o que estou fazendo aqui?”

Luciano – Oh yes, baby! Bem pior!

Pedro – Nossa, mas perto desse, Dois em Um é quase uma obra-prima. hahahahahaha.

Vinícius – É… Deixa para a Globo…

Wally – Já para começar, o casal é uma das coisas mais toscas que eu já vi… Péssimo!

Ibertson – Hahahaha. Passe longe mesmo…

Beijocas

Ibertson Medeiros
Ibertson Medeiros
28/01/2009 07:26

Hum, já não tinha vontade de conferir esse filme antes, imagine agora com esse comentário tão “positivo”.
Reúne todas as características de filmes que não curto: Comédias românticas, protagonistas insossos (Reese Witherspoon e Vince Vaughn) e lições de moral.
Passo longe!

Wally
Wally
27/01/2009 18:15

Não aposto muito. Gosto dos atores, mas não vejo o filme funcionar…devo dar uma chance, mas sem expectátiva.

Ciao!

Vinícius P.
Vinícius P.
27/01/2009 18:15

Acho que deixarei esse para ver no DDV ou ainda quando passar na TV (como você comentou), não parece ser grande coisa mesmo…

Pedro Henrique
Pedro Henrique
27/01/2009 18:05

Ainda não vi esse, mas gostei da crítica anterior. Pena que o filme é ruim mesmo.

Abs!

Luciano Lima
Luciano Lima
27/01/2009 16:10

Nossa! XD
Pelo visto a coisa é pior que imaginava…

Bruna Bites
Bruna Bites
27/01/2009 16:05

Durante todo o filme tive a impressão de que todo o elenco estava ali obrigado, quase amarrados. Com um elenco desses (tirando os protagonistas, é claro!) dava para algo bem melhor.
Dispensável e só.
Beijo grande.

Marcio Melo
Marcio Melo
27/01/2009 14:59

E só para complementar sua crítica ainda temos o incrível título “Surpresas do Amor” que tem tudo a ver com o título internacional ne?! hehehehe

Meus pêsamos, se lhe consola já vi filmes piores ano passado, muito piores

Hugo
Hugo
27/01/2009 14:19

Parece ser igual a dezenas de outras comédias com pitadas de drama.

Bjos

Anderson Siqueira
Anderson Siqueira
27/01/2009 06:16

Passo longe. Odeio esses dois atores.

Botão Voltar ao topo