Crítica | Streaming

Temporada de Casamentos

Sobre tradições

(Wedding Season, EUA, 2022)
Nota  
  • Gênero: Comédia, romance
  • Direção: Tom Dey
  • Roteiro: Shiwani Srivastava
  • Elenco: Pallavi Sharda, Suraj Sharma, Arianna Afsar, Sean Kleier, Veena Sood, Rizwan Manji, Ruth Goodwin, Damian Thompson, Manoj Sood, Subhash Santosh, Julius Cho
  • Duração: 98 minutos

Na cultura indiana, ainda que muita coisa tenha se transformado, o casamento ainda representa uma instituição muito poderosa e desejada, pelo menos para as gerações mais antigas. Essa é uma temática que se repete bastante nos filmes que chegam aqui no Ocidente, assim como a busca dos cônjuges em sites de relacionamentos com perfis que, na maioria das vezes, são criados por suas mães, e encontros às cegas onde a ansiedade é mais de quem fica em casa do que de quem está realmente se conhecendo. Temporada de Casamentos, lançamento dessa semana na Netflix, é mais uma dessas histórias padrão exportação, escrita pela indiana Shiwani Srivastava e dirigida pelo estadunidense Tim Dey, que fala sobre isso.

O filme conta a história de Asha, uma jovem que largou a estabilidade de um emprego promissor para apostar em seu sonho: fazer parte de uma iniciativa que busca financiamento para mulheres asiáticas pobres mudarem de vida. Em casa, seus pais não se conformam com sua escolha profissional e, no lado pessoal, sonham que ela arrume um marido, assim como sua irmã caçula, que está prestes a se casar. Partindo do lugar comum de muito dos títulos já vistos, tudo começa com uma dessas apresentações padrões, que vão descrevendo várias qualidades da protagonista, bem no estilo daqueles formulários da internet mesmo, e preenchido não pela dona do perfil.

Temporada de Casamentos

A estrutura de Temporada de Casamentos não é diferente das comédias românticas que vemos aos montes por aí. Asha conhece Ravi meio sem querer num desses encontro às cegas, os dois descobrem que têm muito mais em comum do que imaginavam e todo mundo sabe onde aquilo vai levar, inclusive com todos aqueles percalços no caminho. Paralelamente, há questões interessantes, que demonstram a modernização de algumas estruturas, algo que já se vê nos parecidos 7 Days e Americanish, mesmo que este último fale de uma família paquistanesa, mas ainda assim guarda muitas similaridades.

Apoie o Cenas

O casal principal, vivido por Pallavi Sharda (de Lion) e Suraj Sharma (de As Aventuras de Pi) encontra o ponto certo entre o humor e a doçura, com uma química que acaba servindo como um atrativo a mais na trama de fácil envolvimento. Suas famílias também funcionam muito bem, sempre acentuando o humor, em especial na figura de Nick (Sean Kleier, de Homem-Formiga e Vespa), o cunhado que tenta fazer de tudo para assimilar a cultura indiana. Se há um núcleo mais fraco no longa, ele está no trabalho de Asha, que oscila entre momentos pouco conexos à trama e outros importantes a seu desenvolvimento.

Temporada de Casamentos
Ken Woroner/Netflix

Porém, Dey sabe como recuperar o folêgo e se aproveitar bem dos bons momentos. Em seus pequenos clipes, ganha pontos ao abusar das cores dos muitos eventos que estão no título do filme e se aproxima daquilo que esperamos ver em um título baseado na cultura da qual fala, pelo menos para quem está aqui e não a conhece tão bem ou a vive cotidianamente. Pensando em contexto e estética, também há mesclas interessantes durante esses muitos outros encontros. Além de toda a fórmula sempre funcional que segue, portanto, consegue agradar aos olhos.

Como toda boa comédia romântica, Temporada de Casamento tem seus muitos momentos de fofura e um casal que exala simpatia. É simples como precisa ser e tem, ali por trás de tudo, uma mensagem que vai além do básico. Óbvio que não é nada tão elaborado assim, mas deixa uma sementinha que muda um pouco o padrão de um gênero marcado por estereótipos ultrapassados e que não cabem mais nem mesmo quando aquilo que funciona como sua motivação é tão descabido para os dias de hoje. Leve e descontraído, cumpre o seu papel.

Um grande momento
Ajudar a rezar

Curte as críticas do Cenas? Apoie o site!

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.
Botão Voltar ao topo