estante

Velozes e Furiosos 4

Assim que saí do primeiro filme da franquia Velozes e Furiosos consegui traduzir a experiência com uma boa comparação: era um filme pornô, mas no lugar do sexo tinha carro.

Se a coisa tinha sido tão vazia e esquecível da primeira vez, da segunda não poderia ser melhor e quando foi para Tóquio ficou bem dolorosa. Como o negócio agora é fazer filmes em série, os produtores continuaram insistindo no título, mas visando um sucesso maior trouxe de volta às telonas o elenco principal do primeiro filme.

E não é que a coisa deu uma melhoradinha. Brian O’Conner (Paul Walker) está de volta à polícia e tenta desbaratar uma quadrilha de tráfico internacional de drogas. Em outra parte, Dominic Toretto (Vin Diesel) e Letty (Michelle Rodriguez) estão juntos com outros carros e roubam combustível em uma estrada super perigosa.

Bem filme para garotos, o filme tem tudo aquilo que estávamos acostumados a ver nos outros da mesma franquia. Adrenalina, carrões, perseguições e corridas, mas pela primeira vez as coisas não estavam tão soltas e esburacadas.

Uma mistura maior de elementos fora da pista talvez tenha possibilitado a criação real de uma história, ou talvez o filme tenha deixado de querer ser aquilo que jamais seria mesmo. Mas, claro, ainda não é um roteiro maravilhoso.

O elenco não é grandes coisas, mas serve muito bem para aquilo que é destinado, com exceção da “perdida” Michelle Rodriguez que não consegue nem mesmo dar um beijo direito no filme e chega a irritar. A sorte é que dura pouco!

A trilha sonora, cheia de música latina, deu um toque especial à adrenalina liberada e agradou.

Não é um filme que tenha muitos aspectos para avaliar e nem que precisa ser destrinchado, ou seja, não tem muito para se falar dele. Só que é um programa divertido para dias a toa. E, melhor ainda, a minha sessão estava cheia de casais e as meninas não ficaram nem um pouco incomodadas.

Quem gosta muito de corridas, vai adorar. O pessoal muito cabeça, não.

Um Grande Momento

Lá vem o caminhão

Links

Submarino

(Fast & Furious, EUA, 2009)
Ação
Direção: Justin Lin
Elenco: Vin Diesel, Paul Walker, Jordana Brewster, Michelle Rodriguez, John Ortiz, Laz Alonso, Gal Gadot
Roteiro
: Gary Scott Thompson (personagens), Chris Morgan
Duração: 107min.
Minha nota: 6/10

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.

Um Comentário

  1. Oi, gente!

    Vinícius – Eu não gostei nem do primeiro, imagina só… Mas até que achei esse melhorzinho.

    André – Eu adoro filmes de ação. Quanto mais músculos, explosão e pancadaria melhor. Claro que o estilo Bond de ser também me agrada. Esse é um exemplar para aqueles que gostam de carro, eu acho.

    Marcelo – Claro que é bem fraquinho, mas eu ainda achei melhor do que o primeiro. Hehehe. E, para mim, a pior parte foi a atuação da Michelle Rodriguez. Creda!

    Brenno – Nossa! Tem muita coisa pior por aí. É só pensar no Chuck Norris, nos guerreiros americanos e nos Desejos de Matar para ver que a coisa sempre pode ser pior.

    Ibertson – Adrenalina tem de sobra mesmo, mas mantém aquele jeito Vin Diesel de ser. Hehehe. Agora o terceiro, para mim, é o pior de todos!

    Robson – Com certeza. Os efeitos sonoros são muito legais. Vale a pena mesmo.

    Beijocas para todos!

  2. Nunca assisti Velozes e Furiosos… acho que o bom é ver no cinema ou em num bom e alto Home Theather!

  3. Eu gostei do primeiro filme. O segundo é o pior. O terceiro deu uma melhorada e quero ver essa quarta incursão de Velozes e Furiosos. Pelo trailer, parece ser bem adrenalinesco.

  4. Para mim, Velozes e Furiosos é (ao lado de Quarteto Fantático) a pior franquia do cinema mundial.

    Beijos

  5. achei q soh o primeiro prestou. o dois foi legalzinho, e o tres jah tinha se perdido completamente. esse foi o q mais se aproximou do primeiro, mas ainda assim tem mts pontos fracos (a atuaçao da irma do vin diesel). mas eh legal! heehhaeea

  6. Não sou fã de filmes de ação como Triplo X, 007 e afins. Acredito que esse não vai ser muito diferente. Mas de repente eu perca meu tempo para fazer alguma resenha no meu blog!

    Ass.: André Siqueira – Milha Turva

  7. Já vi todos os anteriores e só consigui encontrar algum bom entretenimento no primeiro, já que os demais são completamente descartáveis. Por isso mesmo não tenho muita curiosidade quanto a esse…

Botão Voltar ao topo
Fechar