Especial

A frase

“Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara.”

Há um mês e meio, mais ou menos, eu recebi um desafio bem interessante do querido Hugo, do blog Cinema – Filmes e Seriados. Eu precisava escrever ou citar uma frase e escolher uma imagem para acompanhá-la.

As idéias foram as mais variadas, procurei falas de filme, partes de textos lidos e relidos, letras de música e nada me agradava mais do que a citação de uma frase do Livro dos Conselhos, por José Saramago no livro Ensaio sobre a Cegueira. A frase é na verdade um resumo de todo o livro de Saramago, que virou filme nas mãos do excelente Fernando Meirelles e deve estrear no Brasil no dia 12 de setembro.

Apesar de não ser uma coisa exatamente sobre mim, reflete uma atitude geral de todos nós, seres humanos. O mundo está aí se esfacelando, injustiças estão sendo cometidas, crianças morrem absurdamente, guerras não têm explicações e até aquela pessoa que está ali ao lado (colega de trabalho, amigo, filho, pai, irmão) precisando de ajuda não chama a nossa atenção.

A foto foi escolhida porque demonstra muito bem o tamanho da cegueira da humanidade. Quantas vezes olhamos para cenas assim e simplesmente não vemos o que realmente está acontecendo?

Mais do que uma simples frase, um conselho…

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.

Um Comentário

  1. Muito bom Cecilia… como Wally disse realmente.. somos todos cegos..

    abraços

  2. Cecília, somos todos cegos. E isso é lamentável. Excelente texto, parabéns!

    Ciao!

  3. Infelizmente isso é real… Adorei a foto, o texto e a explicação, acho que você está mais do que certa! Nós vemos, mas não olhamos. Não ligamos para o mundo que está à nossa volta, como se tudo fosse simples demais para nós. Realmente um horror!
    Gostei mesmo desse espaço que você abriu!
    Abraços

  4. Adorei a mensagem que você quis passar. Parabéns pela iniciativa! Pessoas como você que fazem diferença no mundo! =]

    Abraço
    Mateus

  5. Uma óptima escolha. De sensibilidade e de humanidade.

    Beijinho, Cecilia.

  6. Essa frase, Cecília, me marcou bastante ao ler o livro de Saramago. Ela não se dirige aqueles personagens do filme e sim a todos nós, Seres Humanos. Que só reparamos naquilos que realmente queremos enxergar. O ato de vê não é tão profundo, boa frase, aliás, esxcelente frase.

Botão Voltar ao topo