estante

Ela É a Poderosa

(Georgia Rule, EUA, 2007)

Drama

Direção: Garry Marshall

Elenco
: Jane Fonda, Lindsay Lohan, Felicity Huffman, Dermot Mulroney, Cary Elwes, Garret Hedlund, Hector Elizondo

Roteiro: Mark Andrus

Duração: 113 min.

Duração: 6/10

Cheguei em casa de viagem e encontrei o filme aqui. Não conhecia a sinopse e, na época do lançamento, não li nada a respeito dele. Achei o elenco interessante. Jane Fonda, Lindsay Lohan e Felicity Huffman podiam dar um bom resultado. Comecei a assistir achando que veria mais uma daquelas histórias bobinhas do tipo que Garry Marshall (Uma Linda Mulher, O Diário da Princesa e Noiva em Fuga) gosta de filmar.

Não foi nada disso. O filme trata das relações familiares e traz à tona uma revelação dolorida da filha e os efeitos que isto causa na vida de todas as pessoas envolvidas.

Filha e mãe não conseguem se relacionar bem e, por isso, a segunda pede que sua mãe, uma mulher intransigente que rege a vida com várias regras, passe uns tempos com a menina problema.

Enquanto a menina está lá, a avó descobre a história e conta para a filha, que desnorteada, tenta entender como tudo aquilo foi acontecer diante dos seus olhos sem que ela se desse conta.

O filme não consegue ser bom, mas a história é bem interessante e temas como a relação de pais e filhos sempre rendem bons frutos. A tentativa eterna de acertar, de fazer a coisa funcionar, mas sem nenhuma idéia de como isso pode ser feito. Quem tem filhos sabe bem do que estou falando.

O roteiro é cheio de furos e não consegue contar a história de maneira regular. Alguns acontecimentos não podem ser explicados e outros acabam soando inverossímeis demais.

O trio de atrizes está bem e não tem como não ficar com pena ao ver Lohan, que poderia até virar uma boa intérprete, e saber que ela está jogando a carreira fora.

A trilha sonora está estranha. Com uma história tão pesada, a escolha das músicas parece ter sido tirada de um outra produção, que tratava de um tema bem mais alegre.

Dá para esperar ele sair na televisão para assistir.

Um Grande Momento

A conversa de Fonda e Huffman no quarto.



Links

Site Oficial

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.

Um Comentário

  1. Ah, sim, é verdade – O DIÁRIO DA PRINCESA vi no cinema (dublado) e até diverte.

  2. Oi, pessoal!

    Miriam, ele é realmente fantástico!

    Isabela, tomara que você não gaste muito com isso e goste, depois passa aqui para dizer o que achou.

    Cara da locadora e Ibertson, acho que é uma boa mesmo.

    Pedro, eu tenho pena dela. Acho que tinha tudo para funcionar, mas está perdida e, neste filme, já está pior do que nos outros.

    Gustavo, concordo com você, mas gosto de O Diário da Princesa, acho que é bem bonitinho e a criançada adora.

    Rodrigo, não odeio a Lindsay não. Ela é competente em filminhos adolescentes e está muito bem em Sexta-Feira Muito Louca. Não sei se é o problema das baladas ou se é a idade e a incompatibilidade com filminhos tão juvenis. Mas vai uma dica, se você não gosta dela, fuja léguas do Eu Sei Quem me Matou. Ela conseguiu concorrer com ela mesma no Troféu Framboesa deste ano. Imagina só…

  3. OI, cecilia, vi seu blog em um dos outros que acesso e temos algo em comum: o cinema… já aprendi o caminho pra chegar até aqui, agora vou voltar mais vezes, ehhee
    qto ao filme, já passei diversas vezes por ele nas locadoras, mas não tenho coragemd e loca-lo unicamente pelo nome que vem a capa: Lindsay Lohan – odeio osfilmes que ela faz, ela é muito superficial, atuaç~eos horriveis e acaba estragando todos que já vi que tinah ela no elenco… por isso sei que ela irá estragar tbm esse, ehhehe…
    vous eguir sua dica depois doq eu vc falou… irei aguarda-lo passar na tevê… ou talvez o alugue naqueles dias de promoção de locadora, ehhehe
    beijos!!!

  4. Olá! Bem, não tenho filhos, mas produções com temática familiar têm potencial para serem potentes, capazes de nos incutir algo de útil.
    Não vi ainda, mas pelo que entendi, é uma pena que o filme não tenha feito jus aos nomes que estampam seu cartaz e à própria premissa. Garry Marshall já foi mais feliz, desde a bomba NOIVA EM FUGA fica difícil ceder-lhe algum crédito.

    Cumps.

  5. Vi o trailer desse filme e não é um dos que alugaria. Realmente, esperaria passar na TV hehehehe.
    Mas se surgir uma oportunidade de vê-lo algum dia, assistirei sim.
    Beijo!

  6. Entenda: amo e odeio a Lindsay ao mesmo, rsrsrs.

    Ainda não vi esse filme.

    Abraço!!

  7. Só pra agradecer pela visita, e já digo que vou seguir a sua dica e esperar esse filme na tv pra ver, haha…

  8. Olá Cecilia, gostei do seu comentário e da sua visita. Também vejo o trabalho poético de Castro Alves como você. Um abraço.

  9. Oi, Wallace! Que bom que você gostou!
    Espero que volte sempre por aqui!

    Oi, Robson! Este filme não precisa mesmo estar no top da lista, mas espero que você goste…

    Beijinhos

  10. Garry Marshall têm bons filmes em seu histórico né? Gosto muto de drama. Irei vê-lo! Só não sei quando, a lista tá tão longa!

    Abraço!

  11. Muito legal seu blog, Cecília. Principalmente pelo fato de vc colocar vídeos dos filmes no final do texto … linkei vc lá, ok ?
    Quanto ao filme Ela é Poderosa, não assisti e, sinceramente, não tenho a mínima vontade de assistir.
    Postei no meu blog sobre Sangue Negro, dá uma olhada lá …
    Abraços.

Botão Voltar ao topo
Fechar