estante

Estômago

(Estômago, BRA/ITA, 2007)

Drama
Direção: Marcos Jorge
Elenco: João Miguel, Fabiula Nascimento, Babu Santana, Carlo Briani, Zeca Cenovicz, Paulo Miklos
Roteiro: Lusa Silvestre, Marcos Jorge, Fabrizio Donvito, Cláudia da Natividade
Duração: 100 min.
Nota: 9/10

Os dois bons presentes que ganhamos do cinema nacional nos últimos tempos acabam, de alguma maneira homenageando grandes obras do cinema. Chega de Saudade tem aquele toque de O Baile de Ettore Scola. Estômago traz um pouco de vários filmes gastronômicos e acaba sendo uma mistura bem feita e bem temperada com ingredientes únicos da história e do cinema brasileiro de Ratatouille, A Festa de Babette e O Cozinheiro, o Ladrão, sua Mulher e o Amante.

Raimundo Nonato muda-se do sertão para a grande São Paulo. Sem nenhum dinheiro no bolso é explorado pelo dono do bar onde faz a sua primeira refeição. É neste mesmo bar que ele descobre que tem uma habilidade impar na cozinha e acaba fazendo deste dom o seu meio de sobreviver e escapar do final conhecido e já muitas vezes filmado do pobre retirante explorado e bobo.

O filme é muito bem elaborado e a narrativa fica indo e voltando o tempo todo, deixando toda a platéia curiosa. O roteiro é ótimo e algumas cenas são impagáveis.

João Miguel é realmente um grande ator e constrói um personagem do cinema nacional que, com certeza, vai ficar na história. Ao seu lado, Fabiula Nascimento, estreante em longas, além de não decepcionar, surpreende.

A única coisa que me incomodou um pouco foi a apresentação do Mercado Municipal, uma cena que poderia ser mais curta e ter um pouquinho mais de dedicação do ator Carlos Briani. O conteúdo às vezes explicativo de combinação de alimentos e a mágica da boa cozinha pode incomodar a alguns, mas acho difícil.

O filme é baseado no conto “Presos pelo Estômago”, do livro “Pólvora”, Gorgonzola e Alecrim do publicitário escritor Lusa Silvestre. Para as cenas da cadeia, o diretor contou com a assessoria de Luis Mendes Jr., que entrou na cadeia semi-analfabeto, passou 19 anos preso e hoje é escritor.

Migração, gastronomia, prostituição e sistema carcerário. Misture tudo em uma panela com excelentes atuações, um roteiro consiso e uma produção muito bem cuidada. O resultado é Estômago. Sirva quente e não perca a próxima sessão. Merece!

Um Grande Momento

A apresentação do banquete ao Etcetera.

Prêmios e indicações (as categorias premiadas estão em negrito)

Festival Internacional do Rio de Janeiro: Filme, Direção, Ator (João Miguel), Prêmio Especial do Júri (Babu Santana, também por Maré, Nossa História de Amor)

Festival do Uruguai: Filme Latino-Americano

Links

Site Oficial



Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.

Um Comentário

  1. Acho que você vai gostar, Hugo. Além de uma ótima história, sempre é bom ver que o nosso cinema se recuperou!

    Beijinhos

  2. Olá, ainda não assisti mas andei lendo sobre o filme e me parece bem interessante.
    Está na lista para assistir.

    Vou linkar seu endereço no meu blog.

    Até mais.

  3. Olá pessoal!

    Mey, tem muito filme brasileiro bom por aí. É verdade que tem uns que ninguém merece, mas isso independe da nacionalidade da produção. Os dois que eu falei no post me tocaram muito e valem a pena.

    Robson, não tive coragem de pagar para ver Sexo com Amor e, como não ganhei convite, acabei não vendo. Ainda bem então…

    Pedro, acho que você vai gostar.

    Rê, muito obrigada pelo, querida!

    Beijinhos a todos

  4. É o filme nacional que mais tenho vontade de ver esse ano.

    Abraço!

  5. Ah! Gostei da história e do texto. Minha última experiência com filme brasileiro no cine não foi boa, assisti a “Sexo Com Amor?” e é ruim. =P

    Abraço!

  6. são poucos os filmes brasileiros que me dão vontade de assistir, mas esse parece ser interessante.

    postei sobre um livro hj, espero que goste.

    **:

Botão Voltar ao topo
Fechar