Gomorra

Visto no Cinema(Gomorra, ITA, 2008)

Drama

Direção: Matteo Garrone

Elenco: Salvatore Abruzzese, Simone Sacchettino, Salvatore Ruocco, Vincenzo Fabricino, Vincenzo Altamura, Italo Renda, Gianfelice Imparato, Maria Nazionale

Roteiro: Roberto Saviano, Matteo Garrone, Maurizio Braucci, Ugo Chiti, Gianni Di Gregorio, Massimo Gaudioso

Duração: 137 min.

Minha nota: 7/10

Há muitos anos atrás Salman Rushdie escreveu o livro “Versos Satânicos“, que provocou a fúria da comunidade muçulmana por uma clara demonstração de falta de fé no islamismo. Por causa disso, livros foram queimados em praça pública, ele foi condenado à morte pelo líder iraniano aiatolá Khomeini e ainda teve um prêmio de R$ 6 milhões de dólares pela sua cabeça.

Agora ele volta, mas não com outra edição polêmica e sim para dizer que o caso de um jovem autor italiano era muito mais sério que o dele. Roberto Saviano resolveu contar tudo o que sabia sobre a Comorra, a maior organização mafiosa em atividade na Itália atualmente.

A diferença é que enquanto Rushdie criou uma ficção baseada no Corão, Saviano contou o que presenciara em seus dias junto a um chefão da máfia napolitana que tem braços nos mais diversos países do mundo. Hoje, o escritor vive com um forte esquema de proteção policial e está ameaçado de morte.

O filme aborda várias facetas da máfia. Entre elas a gratificação pela colaboração de familiares, o poder em determinados territórios, os jogos clandestinos, a violência injustificada, o tráfico de armas e o armazenamento de lixo.

Muito além de todos os filmes sobre o tema, que depois da experiência mais parecem contos de fadas, Gomorra demonstra a falta de controle do Estado no sul da Itália e de uma maneira seca, sem floreios e amenidades.

A câmera, sempre sufocante, apela para close ups e movimentos bruscos e, em alguns momentos, lembra o brasileiro Feliz Natal e o israelense O Gesto Obsceno. Todos os três parecem acontecer a alguns poucos centímetros de nós e a sensação não é das mais agradáveis.

Apesar de todo o seu valor como denúncia e das muitas qualidades apresentadas, o filme se perde algumas vezes em suas muitas histórias e a impressão ao sair da sala é a de que vimos algo bom, mas ainda inferior ao livro.

Confesso que eu estava esperando muito mais e isso sempre é problemático para o cinema. A falta de coesão do roteiro me incomoda e chega a cansar em alguns momentos, mas não o suficiente para estragar o filme. Pelo contrário, Gomorra merece ser visto por todos.

Claro que as pessoas que não gostam de violência explícita podem deixar a idéia para lá.

Quem está querendo ver todos os indicados ao Oscar já pode ir adiantando este, que provavelmente será um dos cinco concorrentes por filme estrangeiro.

Um Grande Momento

Maria tenta conversar com Ciro.



Prêmios e indicações
(as categorias premiadas estão em negrito)

Cannes: Palma de Ouro, Grande Prêmio de Júri

Globo de Ouro: Filme Estrangeiro

Links

Site Oficial

Imdb

 

 

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.

9 Comentários

  1. Meuu… o pior filme q assisti na vida! 2 hs de filme vc não sabe quem é quem, vários cortes, o filme parece fracionado em vários pedaço vc não entende nada quem mata quem, pq um mata o outro terrível! não gosto de filme q te faz pensar muito! Não tem um protagonista, enfim muito confuso!

  2. Oi gente!!!

    Agora que eu estou conseguindo voltar à forma de antes das festas de fim de ano! Muita correria!

    Kau – Concordo que é um retrato competente da máfia e como denúncia tem um valor incontestável. Mas eu fiquei um pouco incomodada algumas vezes, mas precisamente próximo ao final. Mas também gostei do filme.

    Vinícius – E merece chegar, né? Não é um filme perfeito, mas tem suas qualidades, com certeza.
    Eu espero que Mermaid também chegue.

    Ibertson – Eu estou louca para ler o livro. Assim que tiver dinheiro, será minha primeira aquisição. Os caras tiveram muita coragem, né? Brincar com aquele pessoal não é para qualquer um não.
    O filme é completamente diferente dos outros de chefões que nós conhecemos. Seco e duro é quase empurrado goela abaixo, né?

    Fernando – Opa!!! Já vou fazer a minha lista então. Te mando amanhã, no máximo!

    Adriano – Corajoso até demais! Não é à toa que o autor do livro vive sob proteção policial!

    Ramon – Acho que vale a pena ser conferido sim. É um bom filme, mas é bem violento!

    Robson – Acho que você consegue ver quando vier para São Paulo. Se não der tomara que você consiga mobilizar o pessoal daí!

    Beijocas para todos!

  3. Quero muitíssimo ver esse filme, mas ainda não tive oportunidade. Estou fazendo uma mobilização para ver se o MOVIECOM daqui passa, mas tá dificil!

  4. Gomorra é sensacional, um filme corajoso, como poucos já realizados.

    Recomendo!

  5. Olá Cecília,

    O Ante-Cinema e o Hotvnews querem celebrar o final de um ano cinematográfico que teve, como não poderia deixar de ser, tanto bons como maus filmes. Assim sendo, queremos que vocês elejam uma lista com os vossos 10 preferidos para os melhores e piores filmes do ano de 2008. Além disto ainda vos pedimos o seguinte:

    – Eleição do Filme Surpresa de 2008
    – Eleição do Filme Desilusão de 2008

    Para saberem como participar vão a:

    http://ante-cinema.blogspot.com/ ou http://hotvnews.com.pt/

    Beijinho

  6. É um grande filme e o livro é polêmico e corajoso demais.
    E ainda vem o diretor para adaptá-lo hehehehe
    Gostei do filme. É um filme de máfia diferente, não possui aquela narrativa clássica do estilo.
    Beijo!

  7. Gostei muito de “Gomorra”, apesar de também não achar a maravilha que todos estavam comentando. Acho que chega ao Oscar, pena que o tema deve afastar os votantes. Abraço!

  8. Hey Cecília!! Estou de volta dos feriados de fim de ano… =)

    Simplesmente adorei Gomorra. Achei genial e quase uma obra-prima. O filme consegue retratar todo o funcionamento da impressionante Camorra de forma ímpar…

    Ahhh, por motivos particulares (amigos que chegaram para passar as férias aqui em casa de surpresa) não poderei ir à São Paulo =(

    Beijão!

Botão Voltar ao topo