estante

O Castelo Animado

Visto em DVD(Hauru no ugoku shiro, JAP, 2004)

Aventura/Animação

Direção: Hayao Miyazaki

Roteiro: Diana Wynne Jones (livro), Hayao Miyazaki, Cindy Davis Hewitt, Donald H. Hewitt

Duração: 119 min.

Minha nota: 7/10

Hayao Miyazaki é daqueles que nasce com talento sobrando para fazer animações. Depois de produzir vários longas e curtas, ele ficou conhecido mundialmente depois de A Viagem de Chihiro. Três curtas depois ele lança o belo O Castelo Animado.

Confesso que tinha um pouco de preconceito com desenhos orientais antes. O único que eu gostava era Akira e só. Os outros sempre eram cansativos e, pior, me deixavam extremamente irritada com as trilhas sonoras.

Depois de muito ouvir falar, resolvi dar uma nova chance ao estilo e peguei o dvd. O resultado não poderia ser outro: fiquei encantada com o filme e morrendo de vontade de assistir A Viagem de Chihiro.

O filme conta a história de Sophie, uma jovem que vive a vida reclusa como se fosse uma velha anciã e dispensa saídas e diversões desnecessárias. Sua única distração e produzir chapéus na chapelaria da mãe. Um dia, ao visitar sua irmã, que ao contrário dela tem um espírito jovem, alegre e aventureiro, Sophie conhece um famoso mágico da região, que tem a fama de comer o coração das jovens com quem fala.

O mágico é Hauru, um jovem poderoso e covarde que não consegue ser achado facilmente. Ele é preseguido por espectros e, por causa do passeio, envolve Sophie em um problema seu com uma feiticeira má. É esta feiticeira quem vai jogar uma maldição na jovem e transformá-la em uma verdadeira anciã.

Envergonhada, confusa e querendo voltar a ser jovem, Sophie parte em busca de Hauru, encontra o seu castelo encantado e começa a trabalhar para ele.

A história é cheia de significados e o filme transborda sensibilidade. Com cenas incríveis e uma trilha sonora inspirada, acabamos mergulhando no mundo mágico do jovem casal e de todos os que o cercam.

Apesar de todas as qualidades, acho que a história se perde um pouco depois da visita ao castelo real, mas consegue retomar o rumo antes de acabar.

Os personagens são fofos, a história é linda e a animação tem tanta qualidade que deixa muita produção dos Estúdios Disney no chinelo. Por falar em Disney, o filme é do Studio Ghibli, o monstro das animações no Japão. As duas produtoras se uniram para a distribuição deste desenho.

Indicado para qualquer dia a qualquer hora. Até os que não gostam muito de animação podem se interessar pelo filme. Muito lindo!

Um Grande Momento

A nova mudança do castelo.



Prêmios e indicações
(as categorias premiadas estão em negrito)

Oscar: Animação

Festival de Veneza: Leão de Ouro, Osella de Ouro – Melhor Fotografia (Atsushi Okui)

Links

Site Oficial

Imdb



Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.

9 Comentários

  1. E que traços, Jacques. Sem falar no uso da cor, magnífico!
    Realmente daqueles que ficam na memória!

    Beijocas

  2. Cecilia, Miyazaki é sempre um mestre. A beleza de seus filmes inicia-se nos traços, permeia pela história e fica para sempre nas nossas lembranças. Ótima escolha. Abcs.

  3. Ué, mas eu gostei muito do filme também!
    Só achei meio tumultuado por um momento, mas depois tudo voltou ao normal.
    O filme é muito bom!

    Beijocas

  4. Cecília, óbvio que seus textos são sempre maravilhosos e, por isso, respeito absolutamente sua opinião. Mas, devo discordar desta vez: acho este filme uma obra-prima! Entra no meu top 5 de todos os tempos fácil…

    Bjos!

  5. Oieee!

    Vivi – Tudo ótimo por aqui e contigo? Eu adorei o filme e agora não vejo a hora de conferir Viagem de Chihiro, que já está aqui em casa.

    Marcelo – Pois é, em breve vai ter comentário sobre ele aqui. Fiquei curiosíssima depois desse filme. Todo mundo diz que é ainda melhor.

    O Cara da Locadora – É esse mesmo, o Cabeça de Rabanete. Um espantalho que sempre ajuda Sophie. Sublime descreve bem.
    Eu já vou providenciar A Viagem…

    Beijocas para vocês!

  6. É esse que tem um Rabanete? Rs… eu acho muito engraçado, e uma beleza realmente sublime… Mas A Viagem de Chihiro é muito mais lindo…

  7. Oi Ciça!
    Esse eu ainda não assisti, mas já vi A Viagem de Chihiro mais de uma vez e é realmente muito legal. Cenários, personagens, tudo é muito diferente e surpreendentemente bom. E sem dúvida “deixa muita produção dos Estúdios Disney no chinelo”
    bj
    celo

  8. oi Cecilia, tudo bom florzinha?
    Eu acho o castelo animado um filmão! Hayao tem essa coisas de fazer a gente se apaixonar por suas magnificas obras!
    E o castelo animado é mais uma delas!
    bjokas,
    vivi

Botão Voltar ao topo
Fechar