Crítica | StreamingFIC Brasília

Sob a Mesma Lua

(La Misma Luna, MEX/EUA, 2007)

Drama

Direção: Patricia Riggen

Apoie o Cenas

Elenco: Adrián Alonso, Kate del Castillo, Eugenio Derbez, Angelina Peláez, Mário Almada, America Ferrera, Isaac Bravo, Guillermo Ríos, María Rojo

Roteiro: Ligiah Villalobos

Duração: 106 min.

Minha nota: 7/10

Garoto fala com a mãe por telefone todos os domingos às dez horas da manhã. Ele está no México, onde mora com sua avó. Ela, em Los Angeles tentando ganhar a vida como imigrante ilegal e trabalhando como empregada doméstica em duas casas diferentes.

Os dois querem estar juntos, mas ela ainda não tem dinheiro suficiente para arranjar os papéis para trazê-lo legalmente e tem medo que ele cruze a fronteira. O que acaba acontecendo.

Mais um filme que trata da entrada ilegal de mexicanos nos Estados Unidos e da exploração dos mesmos. Apesar do enredo batido, o filme ganha muito com a atuação do pequeno Adrian Alonso, mais conhecido como filho do Zorro.

Com sua naturalidade e carisma, Alonso pega o público, põe no bolso e leva para passear. Principalmente depois de seu encontro com Eugenio Derbez, que interpreta um outro ilegal.

Seguindo o mesmo padrão de muitos filmes já feitos, tem aquela cara de coisa industrializada, mas é bonitinho. Um dos maiores problemas é a tendência de apelar para o sentimental e acabar sendo piegas em alguns momentos.

Mas, no final das contas, o longa atinge o seu objetivo e emociona quem o assiste.

Bom para ser visto quando bater aquela vontade de dar uma choradinha.

Próxima sessão no festival: 05/11, às 21h20.

Um Grande Momento

Cantando na cozinha.



Links

Site Oficial

Imdb



FIC Brasília 2008

Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.
8 Comentários
Inline Feedbacks
Ver comentário
Johnny Strangelove
Johnny Strangelove
05/11/2008 00:20

Acredite … eu sei o que é isso … e doi Ciça …

Prefiro a que faz a mãe dele, vi uma foto dela que … JIZUZUZZZZZUZUZUZUZ

Abraços

Cecilia Barroso
Cecilia Barroso
04/11/2008 08:17

Oi, gente!

Sérgio – O filme é interessante sim, mas não vá esperando grandes coisas para não estragar. A estréia no Brasil está prevista para o próximo dia 14.

Gustavo – Hehehehe. Roça sim, e muito. Mas é um belo filme.

Johnny – Realmente, de cortar o coração. Eu não imagino como deve ser uma saudade desse tamanho, deve doer demais.
Nem acho ela tão feia assim não.

Vinícius – Vale a pena conferir.

Bruna – Eu também fiquei impressionadíssima com a atuação dele. Maravilhoso!!!
Vamos ver sim, é só você arrumar tempo para ir. Estou lá direto!

Beijocas

Bruna Bites
Bruna Bites
03/11/2008 00:33

E eu que entrei na sala sem saber do que se tratava… grande surpresa. E esse moleque??? Excelente o filho do Zorro. :)
É uma história tocante contada com excelência por “Carlitos”. Simplesmente adorei.

Ciça, vamos ver mais filmes, né? Estou esperando o do Selton Melo e do Nachtergaele…

Beijos e parabéns pela cobertura competente do FIC.

Vinícius P.
Vinícius P.
02/11/2008 19:09

Muito curioso em relação a esse “Sob a Mesma Lua”, até porque já escutei maravilhas a seu respeito.

Johnny Strangelove
Johnny Strangelove
02/11/2008 18:58

PS: Aquela America Ferrara é feia que doi em …

Johnny Strangelove
Johnny Strangelove
02/11/2008 18:56

Eu não aguentei … eu chorei …
No dialogo inicial no telefone … é de broken heart …

O filme eu gostei e muito, uma das maiores surpresas do ano, sempre via o trailer quando ia pro cinema e quando deparo … vi ele. É um filme sensivel para pessoas sensiveis …

Pode soar piegas … mas quando é bem contado … esquecemos de tudo e todos … eheheh
abraços

Gustavo H.R.
Gustavo H.R.
02/11/2008 18:16

Se roça no piegas e no sentimental, então deve ser bom! ;)

Cumps.

Sérgio Déda
Sérgio Déda
02/11/2008 17:35

Não tinha ouvido falar deste filme, parece ser muito interessante…

Botão Voltar ao topo