Oscar

Oscar 2009: Vencedores

Terminou agora a 81ª cerimônia de entrega de prêmios da academia de artes cinematográficas dos Estados Unidos. Com todo o glamour da festa e a tradição, o Oscar é um dos itens mais desejados pelos diretores, atores, produtores e envolvidos nas mais diversas áreas do cinema.

A programação diferente da habitual, com a apresentação surpreendente de Hugh Jackman (que além de bom ator e novo homem mais sexy do mundo, canta muito bem e sabe como fazer rir), a péssima redução do número de canções originais e a boa idéia dos padrinhos e madrinhas para anunciar os indicados aos prêmios de atuação, não conseguiu diminuir a previsibilidade da cerimônia.

Como era esperado, Quem Quer Ser um Milionário? dominou a premiação de cabo a rabo e faturou no final da noite oito estatuetas, inclusive algumas de áreas técnicas, batendo os filmes de ação que costumam dominar a categoria.

O Curioso Caso de Benjamin Button, o mais indicado do ano, levou os óbvios prêmios de maquiagem e efeitos visuais e levou também a estatueta pela direção de arte. Outras escolhas também estavam bem claras antes do começo da cerimônia, como a de Heath Ledger por seu fantástico Curinga de Batman – O Cavaleiro das Trevas, os figurinos de A Duquesa, e a animação WALL-E, indicada também em várias outras categorias.

Entre as escolhas mais prováveis estavam Kate Winslet, com sua Hannah de O Leitor, e Penélope Cruz, com a louca e apaixonante María Elena de Vicky Cristina Barcelona. A única grande dúvida, no final da história, ficou com a estatueta de melhor ator. Tanto Mickey Rourke quanto Sean Penn estão maravilhosos nos papéis de um lutador decadente e um político marcante, respectivamente, e alternaram os prêmios em vários festivais, mas o Oscar ficou mesmo com Penn.

Uma noite mais interessante do que outras, mas que, nos prêmios, se repetiu bastante e não surpreendeu.

Os vencedores foram:

Melhor Filme

Melhor Ator

Melhor Atriz

Melhor Diretor

Melhor Canção

Melhor Trilha Sonora

Melhor Edição

Melhor Som

Melhor Edição de Som

Melhores Efeitos Visuais

Melhor Curta-Metragem Documentário

  • The Conscience of Nhem En (The Conscience of Nhem En)
  • The Final Inch (The Final Inch)
  • Smile Pinki (Smile Pinki)
  • The Witness from the Balcony of Room 306 (The Witness from the Balcony of Room 306)

Melhor Documentário

  • The Betrayal – Nerakhoon (The Betrayal – Nerakhoon)
  • Encounters at the End of the World (Encounters at the End of the World)
  • The Garden (The Garden)
  • Man on Wire (Man on Wire)
  • As Águas de Katrina (Trouble the Water)

Melhor Ator Coadjuvante

Melhor Curta-Metragem

  • Auf der Strecke (Auf der Strecke)
  • Manon sur le bitume (Manon sur le bitume)
  • New Boy (New Boy)
  • Grisen (Grisen)
  • Spielzeugland (Speilzeugland)


Melhor Fotografia

Melhor Maquiagem

Melhor Figurino

Melhor Direção de Arte

Melhor Curta-Metragem de Animação

  • A Casa de Pequenos Cubos (La maison en petits cubes)
  • Lavatory Lovestory (Ubornaya istoriya – lyubovnaya istoriya)
  • Oktapodi (Oktapodi)
  • Presto (Presto)
  • This Way Up (This Way Up)


Melhor Animação

Melhor Roteiro Adaptado

Melhor Roteiro Original

Melhor Atriz Coadjuvante

Redação

O Cenas de Cinema é um veículo informal e divertido que tem como principal objetivo divulgar a sétima arte, com críticas, notícias, listas e matérias especiais

24 Comentários

  1. Brad Pitt merecia o oscar de melhor actor em “Estranho Caso de Benjamin Button”, grande filme mesmo!

  2. Oi, gente!

    Renan – Eu vi lá. E você começou com o tapete vermelho, né? Eu só comecei com a cerimônia mesmo.

    Wendell – Eu fiquei muito curiosa também. Não sei se tem na internet, mas prevejo que vai ser um daqueles títulos bem difícil de assistir, né?

    Cleber – Eu achei que foi prêmio demais também, mas pelo menos foi para uma coisa diferente…

    Pedro – Eu vi que tinha. Foi difícil o negócio… Mas também gostei da cerimônia.

    Anônimo – Isso não vai mudar nunca, mas Slumdog é até um filme bom, só não é tudo isso…

    Anônimo – Eu não acho não. Achei a atuação dele fantástica, mas em se tratando de composição de personagem, Penn está muito melhor e, convenhamos, Rourke ainda está bem longe dele.

    Ricardo – Pois é. E ele mereceu. O Curinga dele vai ser daqueles que ninguém esquece.

    Alyson – Eu também fiquei bem feliz (quase chorei de emoção, mas consegui me segurar), mas já estava bem na cara mesmo. Não vi Okuribito, mas acho que deve ser um filmão.

    Danielpsi – Bom, querendo ou não, ele é o cara mais conhecido pelo público e tem uma memória impressionante. Acho que é por isso…

    Vinícius – Obrigada, Vinícius! Parabéns para você também. Eu não gostei muito da premiação em si, mas achei tudo muito melhor do que nas outras edições.

    Robson – É. Não tinha mesmo para onde correr. Ainda bem que tinha o Penn e o Rourke para manter um pouquinho de suspense.

    Filipe – Já votei lá, não? Acho que sim.

    Armando – Obrigada. Eu fui atualizando o post junto com a premiação. Deu um trabalhinho, mas foi bem divertido… Quero mais! Hehehe.

    Beijocas a todos!

  3. Cara Cecília, parabéns pelo post, não ficando em nada a dever aos melhores portais. A arrumação, os links a estética,os cartazinhos, perfeito. Imagino o trabalho, e ansiedade de postar imediatamente, quando do término da festa. O que não se faz pelo amor a arte. Um abraço, Armando

  4. Cecilia… a produção foi fantástica mas a previsibilidade era evidente!

  5. Parabéns pela cobertura, Cecilia, como sempre muito competente! Gostei bastante desse Oscar, acho que foi uma das melhores edições da premiação!

  6. Ate hoje eu não sei pq colocam o Evaldo filho pra fazer comentário e traduzir. O cara é ruim para fazer as duas coisas, num serve pra falar ingles e muito menos pra fazer uma critica. Parece que nem assiste aos filmes nomeados.

  7. Fique feliz pela Kate, pelo Ledger e triste pela derrota de Bashir. Achei tudo normalzinho na cerimônia, até mesmo os vencedores, que já estava na cara.

    Beijos!

  8. Aeee, o Heath Ledger ganhou! A segunda pessoa a ganhar o oscar depois de morto né…

  9. Em melhor actor devia ganhar o Mickie Rourke no filme “The Wrestler”

  10. Bem, não gostei dessa babação, desses 8 exageros de prêmios, mas fazê o que, nem tudo é perfeito!

    Tá add na minh pagina!

  11. Departures, o okuribito… to doido pra ver esse filme. Será que já tem na Internet?

  12. Oi Cecilia! Também estou fazendo a cobertura em meu blog!

    Um abraço,
    Renan

  13. Gostei muito do melhor roteiro original e ri do japinha do melhor curta de animação! HEUHAEUHAEUHAEUHUAEHA

Botão Voltar ao topo