estante

Amor à Flor da Pele

Visto em DVDIndicado(Fa yeung nin wa, HKG/FRA, 2000)

Drama

Direção: Kar Wai Wong

Elenco: Maggie Cheung, Tony Leung Chiu Wai, Rebecca Pan, Kelly Lai Chen, Man-Lei Chan, Ping Lam Siu

Roteiro: Kar Wai Wong

Duração: 98 min.

Minha nota: 8/10

Sentimentos duros como o abandono, a solidão, o medo, a dor da traição, a perda e a carência acabam sendo responsáveis pelo início de uma paixão doída, distante e arrebatadora.

Dois vizinhos, após descobrirem que são traídos pelos seus companheiros, aproximam-se e tentam, de alguma maneira, sobreviver ao fato. Com a proximidade e a necessidade, ambos criam uma dinâmica que transita entre o medo de ficar sozinho, a desilusão, o costume, o vício e o amor.

O pintor Kar Wai Wong exercita a sua habilidade com as imagens e as cores. Apaixonado por décadas passadas, traz à tela imagens e cenários antigos e envolventes para tratar um de seus temas favoritos também, a desilusão.

Os atores principais, além da química, demonstram toda a sua competência para transmitir sentimentos confusos e discretos. A trilha sonora, composta por canções em espanhol de Nat King Cole, completa o clima.

Apesar de todo o andamento do filme, a beleza estonteante e seu significado, as cenas finais são longas demais e podem cansar os espectadores. Mas não o bastante para tirar o brilho do filme.

Doído e agoniante, belo e interessante, o filme é uma preciosidade e merece ser visto por todo mundo. Dores no coração, vazios no estômago e lágrimas nos olhos podem ocorrer ocasionalmente.

Um Grande Momento

O ensaio de um adeus.



Prêmios e indicações
(as categorias premiadas estão em negrito)

BAFTA: Filme em Lingua Estrangeira

Cannes: Palma de Ouro, Melhor Ator (Tony Leung Chiu Wai), Grande Prêmio Técnico (Christopher Doyle, Pin Bing Lee, William Chang)

César: Filme Estrangeiro

Links

Site Oficial

Imdb



Cecilia Barroso

Cecilia Barroso é jornalista cultural e crítica de cinema. Mãe do Digo e da Dani, essa tricolor das Laranjeiras convive desde muito cedo com a sétima arte, e tem influências, familiares ou não, dos mais diversos gêneros e escolas. Faz parte da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema e das Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.

Um Comentário

  1. Oie!

    Tiago – Ele é demais mesmo. 2046 é lindo!

    Hugo – Se você gostar, depois do primeiro filme, vai querer ver todos.

    Beijocas

  2. muito muito lindo este filme.
    kar-wai é o cara.

    mas 2046 é o filme dele que eu prefiro…

    syboney…

  3. Nossa, Robson!

    Tava com muita saudade de você!
    Acho que o filme é bem do estilo que você gosta mesmo…

    Beijinhos

  4. Cecília, volteei!

    Não pude ver esse filme mas pelo visto não é perda de tempo, hein?
    Gosto do estilo!

  5. Oie!!!

    Bruna – É verdade, esse diretor sabe como tratar o tema sem grandes voltas, efeitos e distrações. Tudo isso com uma fotografia maravilhosa!
    O blog está gato graças a você!

    Wally – Estou tendo problemas para conseguir alguns títulos por aqui também. São poucos os disponíveis nas locadoras e, dentre estes, o mais fácil de encontrar é Amor à Flor da Pele.

    Sérgio – Acho que pode ser um bom começo, mas ainda acho que 2046 (tem até uma referência neste filme que eu esqueci de comentar) ainda enche mais os olhos…

    Marcus – Eu gosto muito do cinema asiático. Do Miike acho que só assisti Audition.

    Beijocas a todos!

  6. Pior que faz meses que não vejo um filme asiático, último foi algum do Takashi Miike, creio eu. Tenho que conferir esse também.

    Bjs!

  7. Ainda estou em dívida com este diretor, confesso que não assisti a nenhum filme dele… esse pode ser um bom início…

    vlws

  8. Sou obcecado em conhecer o cinema de Wong Kar Wai, mas nunca encontro seus filmes, o que é uma pena, tendo em vista os elogios á ele em seu texto.

    Ciao!

  9. É mesmo belíssimo esse filme. As cores e ainda os ângulos e enquadramentos enchem nossos olhos. Eu adorei e recomendo, assim como Beijo Roubado, que também é excelente. A propósito, a trama dos dois filmes se passa de uma maneira incrivelmente simples… Não acha?
    Beijão.
    P.s.: O blog tá gato, hein?! :P

Botão Voltar ao topo
Fechar